BASF
Financeiro

Cosan deve receber pelo menos R$ 400 milhões após venda de precatórios do IAA


novaCana.com - 20 set 2019 - 09:49

O tabelamento de preços do Instituto do Açúcar e do Álcool (IAA), realizado pelo governo na década de 1980, levou muitas sucroenergéticas a pedir reparações na justiça – o que está começando a dar um retorno. A Copersucar, por exemplo, está dividindo uma de suas indenizações entre 40 empresas, que correspondem a quase 100 usinas associadas em 1990.

A Cosan, por sua vez, optou pela venda dos precatórios. Em uma negociação concluída em 2017, antes mesmo da decisão final da justiça, a companhia vendeu um crédito de R$ 3,5 bilhões para a Jus Capital e a Farallon Latin America Investimentos por R$ 1,3 bilhão, acrescido de um percentual fixo atrelado ao prazo do recebimento.

Agora, a companhia comunicou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que vendeu direitos creditórios – novamente à Jus Capital – por R$ 400 milhões. A informação é do jornal Valor Econômico.

Segundo a reportagem, a Cosan também deve receber um montante adicional, de acordo com o efetivo recebimento dos recursos. Entretanto, o comunicado não informa o valor dos créditos vendidos.

novaCana.com
Com informações do Valor Econômico