Financeiro

Biosev tem rating de crédito rebaixado pela Fitch Ratings; perspectiva é negativa

Segundo agência de classificação de risco, os principais motivos são o refinanciamento de dívidas e os baixos preços de açúcar e etanol


novaCana.com - 03 abr 2020 - 14:00

Os efeitos da pandemia de coronavírus na economia, somados a fatores específicos das empresas como as dívidas elevadas, já provocam mudanças nos ratings de créditos das sucroenergéticas.

No final de março, a Fitch Ratings reduziu a nota da Biosev de B+ para B no rating de longo prazo, e de A- para BBB no nacional. Além disso, a perspectiva da agência de classificação de risco, que era estável, foi revisada para negativa. Ou seja, novos rebaixamentos podem ocorrer nos próximos meses.

A perspectiva negativa é justificada pela necessidade de refinanciamento das dívidas da companhia até 2022. “Embora a liquidez deva permanecer satisfatória a curto prazo, devido aos vencimentos administráveis da dívida bancária até março de 2021, a Biosev possui vencimentos significativos de dívida de aproximadamente R$ 2,5 bilhões em 2021 e de R$ 2,5 bilhões em 2022”, detalha. A agência ainda pontua que a taxa de câmbio poderá aumentar este valor.

Além disso, na opinião da Fitch, o atual ambiente de negócios – com preços baixos de açúcar e etanol – pressiona o caixa da Biosev e “acrescenta risco à capacidade da empresa de acessar linhas de crédito de longo prazo”. De acordo com o relatório, a queda nos preços fará com que a geração de fluxo de caixa livre (FCF) seja negativa.

Confira, na versão completa, mais detalhes sobre a análise da Fitch Ratings a respeito da saúde financeira da Biosev.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail