Financeiro

Abengoa registra prejuízo em 2019 e completa uma década de resultados negativos

Entre 2010 e 2019, perdas líquidas da sucroenergética somaram R$ 1,88 bilhão; leilão da unidade São Luiz está agendado para este mês


novaCana.com - 04 ago 2020 - 15:38

Em recuperação judicial desde setembro de 2017, a Abengoa Bioenergia vem enfrentando dificuldades com suas operações e seus credores. No ano passado, a sucroenergética chegou a ser acusada de crime de favorecimento; meses depois, apresentou um novo plano de recuperação e, em poucos dias, conseguiu a aprovação do documento.

Um dos aspectos previstos no novo plano é o leilão da unidade São Luiz, em Pirassununga (SP). O certame precisou ser adiado devido a dificuldades causadas pela pandemia de coronavírus, entretanto, a justiça já definiu uma nova data: 17 de agosto.

Segundo o edital do leilão, os interessados têm até as 11h do dia para apresentar suas propostas com valores a partir de R$ 385 milhões. As ofertas serão disponibilizadas aos credores a partir das 14h e eles terão 15 dias para deliberar sobre as condições de venda da usina e chegar a uma decisão.

A justiça também determinou que, caso não haja uma proposta vencedora, a Abengoa deverá realizar, pelo menos, mais dois leilões para a usina São Luiz dentro de um ano. Caso a unidade não seja vendida após o fim deste prazo, a companhia terá 30 dias para homologar um novo plano de recuperação judicial.

Além da unidade São Luiz, a Abengoa também controla a usina São João, localizada em São João da Boa Vista (SP).

No texto completo (exclusivo para assinantes), leia sobre o desempenho financeiro da companhia em 2019.

- Resultado líquido da companhia
- Evolução do endividamento
- Relação entre receitas e custos
- Histórico de resultados dos últimos 11 anos


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail