BASF
Indústria

[Atualizado] Copersucar conclui dutos de etanol e terminal de Paulínia entrará em operação plena


novaCana.com - 17 fev 2016 - 08:08 - Última atualização em: 17 fev 2016 - 10:14

O terminal da Copersucar, aberto em setembro de 2014 na cidade de Paulínia (SP), finalmente poderá ser considerado como estando em plena operação. Segundo publicado no Diário Oficial da União, a empresa recebeu autorização da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para operar dois dutos, de 1,8 km cada, que ligam o terminal de etanol da empresa à Refinaria Replan, da Petrobras, ambos em Paulínia.

De acordo com a Agência Estado, o terminal recebeu investimentos de R$ 150 milhões. No entanto, a planta ainda está em fase de pré-operação e não há previsão para que o terminal opere de forma totalmente integrada.

Segundo informações divulgadas pela Folha de São Paulo, os dutos devem transportar 70% do etanol comercializado pela companhia, o que representa cerca de 3 bilhões de litros. A Agência Estado, no entanto, aponta que o terminal está autorizado a operar apenas até 2,3 bilhões de litros por ano. Atualmente, o transporte é feito por rodovias.

O terminal da Copersucar também é integrado ao sistema do etanolduto da Logum Logística, que tem terminais em Ribeirão Preto (SP) e Uberaba (MG).

Conforme a autorização, os dois novos dutos medem 14 polegadas e possuem extensão de 1,819 km, o que permite uma vazão de 692 mil litros por hora e pressão de 15 kgf/cm². Caso funcione em capacidade máxima durante um dia completo, isso significaria um transporte de 16,6 milhões de litros. Para atingir os 3 bilhões previstos, dessa forma, seriam necessários pelo menos 181 dias.

copersucar-dutos-160216

A autorização é válida para o transporte de etanol anidro e hidratado, mas poderá ser cancelada caso a empresa não mantenha as condições técnicas previstas. A Copersucar também deverá apresentar à ANP o protocolo de solicitação de renovação do licenciamento ambiental das instalações.