Frases e Gráficos

[Infográfico] Raízen, São Martinho e Jalles Machado comparadas por cinco indicadores

Sucroenergéticas com ações negociadas em bolsa de valores registraram menos moagem e mais lucro no terceiro trimestre de 2021/22

NovaCana - 04 mar 2022 - 09:00

Embora tenham escalas diferentes, as companhias podem ter seus resultados confrontados por meio de indicadores. Em sua edição de 17 de fevereiro, a newsletter NC+, exclusiva para assinantes do NovaCana, comparou os números trimestrais dos grupos sucroenergéticos com ações negociadas em bolsa de valores: Raízen, São Martinho e Jalles Machado.

Na ocasião, foram observados a liquidez corrente das companhias e quatro resultados em relação à moagem (lucro líquido, custos de venda, receita líquida e resultados financeiros). Os valores são referentes aos três primeiros trimestres da safra 2021/22.

trimestre comparado 150222 V2

Um dos indicadores apresentados foi a relação entre o resultado líquido e a moagem de cana-de-açúcar. Este número demonstra o quanto as empresas lucraram em comparação com a quantidade de matéria-prima colhida.

No terceiro trimestre, o destaque foi para a São Martinho. Com um resultado líquido de R$ 696,94 milhões e o processamento de apenas 1,46 milhão de toneladas de cana, a companhia registrou um lucro de R$ 478,47/t. Este desempenho, contudo, também vem acompanhado de um derretimento na posição dos estoques da sucroenergética, que caíram dos R$ 1,84 bilhão vistos ao final do trimestre anterior para R$ 122,16 milhões em 31 de dezembro.

Por sua vez, a Jalles Machado se recuperou do prejuízo registrado no segundo trimestre da temporada e lucrou o equivalente a R$ 179,72/t – resultado de uma moagem de 943 mil toneladas e de um desempenho líquido de R$ 169,48 milhões.

Já a Raízen Energia ampliou seus resultados e obteve um lucro de R$ 588,24 milhões. Como sua moagem foi de 7,42 milhões de toneladas, o indicador ficou em R$ 79,28/t, o menor da amostra.

Este valor, aliás, é referente ao apresentado pela empresa à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e difere do resultado do grupo, que inclui o segmento de distribuição, o desempenho de lojas de conveniência e operações na Argentina e no Paraguai.

Para receber a NC+, torne-se um assinante do NovaCana.


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x