PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Política

Landim desiste de conselho da Petrobras; Pires também pode recusar presidência

Landim já informou Bento Albuquerque que prefere declinar do convite; Pires, por sua vez, estuda se há como repassar sua empresa para o filho


Poder360 - 04 abr 2022 - 09:01

O empresário Rodolfo Landim desistiu de ser indicado para o Conselho de Administração da Petrobras. Ele enviou uma carta para o ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque. Publicou também uma nota oficial no site do Flamengo, clube do qual é presidente.

A indicação de Landim para o cargo era conhecida há algum tempo, mas foi formalizada apenas em 28 de março de 2022, junto com a nomeação também do economista e especialista em óleo gás Adriano Pires para ser o presidente da Petrobras.

Pesaram na decisão de Landim uma série de resistências internas da própria Petrobras. Houve muita pressão da estatal antes mesmo de ele ser confirmado como presidente do conselho (algo que aconteceria em 13 de abril).

Landim se viu pressionado por várias exigências internas da Petrobras a respeito de sua carreira e sentiu que havia uma forte pressão da corporação. Ele também percebeu que seria muito difícil vencer resistências internas para tornar a companhia mais ágil e preparada para um saneamento visando à uma futura privatização.

“É um leviatã incontrolável”, tem dito a interlocutores, em uma referência ao mitológico monstro do caos identificado, na Bíblia, como um animal aquático ou réptil.

Um exemplo da pressão que sentiu pelas formalidades da Petrobras: Landim tem uma empresa com amigos para fins de manter um plano de saúde pessoal (grupos de pessoas conseguem mais benefícios se se organizam dessa forma). A estatal achava que poderia ser impróprio porque algumas das pessoas no grupo tinham atuação no setor de óleo e gás.

A justificativa formal para desistir de ir para o Conselho de Administração da Petrobras foi sua atuação como presidente do Flamengo – ele foi reeleito para mais um mandato de três anos no final de 2021. No sábado, 2, o clube sofreu um revés ao empatar com o Fluminense por 1 a 1 e perder o título do campeonato estadual de futebol do Rio (na partida de ida o Fluminense havia vencido por 2 a 0).

Dirigindo-se ao torcedor, escreveu: “Resolvi abrir mão desta indicação [para ser conselheiro da Petrobras], concentrando todo meu tempo e dedicação para o ainda maior fortalecimento do nosso Flamengo”.

“Encaminhei ao ministro de Minas e Energia, sr. Bento Albuquerque, um documento com esta posição, deixando claro meu agradecimento pelo convite e relatando minha preocupação em não conseguir, dada a dedicação que as duas instituições demandariam nesse momento, exercer ambas as funções com a excelência por mim desejada e à altura que a Petrobras e o Flamengo merecem”.

Luiz Rodolfo Landim Machado tem 65 anos e é formado em engenharia civil com especialização em obras hidráulicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFPR). Tem pós-graduação em engenharia de petróleo pela Petrobras e em administração de negócios pela Universidade de Harvard (1994). Ingressou na Petrobras em 1980, onde trabalhou por 26 anos. De 2010 a 2020 foi presidente do Conselho de Administração e CEO da Ouro Preto Óleo e Gás S.A. É presidente do Flamengo desde 2019.

Adriano Pires pode recuar

Por sua vez, o economista e especialista em óleo gás Adriano Pires estuda se será possível aceitar o convite para ser o presidente da Petrobras. Pesa na decisão uma exigência que parece ser incontornável: deixar sua empresa Centro Brasileiro de Infraestrutura (Cbie) sob comando de seu filho, Pedro Rodrigues Pires, hoje sócio-diretor do empreendimento.

A Lei 13.303/2016, conhecida como Lei das Estatais, impede que um executivo da empresa tenha parentes atuando no mercado para empreendimentos que possam ser considerados concorrentes.

Hoje, o Cbie informa em seu site que presta ou prestou serviços para várias empresas que atuam no setor de energia. Entre os clientes estão: AES Eletropaulo, Ale, Braskem, Celpe, Chevron, Comerc Energia, Comgás, Coopersucar, Cosan, CPFL Energia, Dommo Energia, Eneva, Engie, Exxon Mobil, Energisa, Golar, Ipiranga, NeoEnergia, Parnaíba Gás Natural, Plural, Raízen, Shell, Supregrasbras, Ultra, Ultra, Ultragás e Unica.

Pires já conversou com o ministro das Minas e Energia, Bento Albuquerque a respeito do tema.

O Poder360 perguntou a Albuquerque, na sexta-feira, 1º, se poderia haver alguma mudança nas indicações para o conselho de administração da Petrobras. O ministro respondeu: “As indicações foram feitas e agora está se cumprindo o rito processual até o dia 13. Por enquanto, tudo normal”.

No domingo, entretanto, já houve uma baixa entre os indicados para o conselho da estatal, com a declinação do empresário Rodolfo Landim. As indicações de Landim e de Adriano Pires haviam sido formalizadas em 28 de março de 2022.

Adriano Pires tem 64 anos. É doutor em economia industrial pela Universidade Paris 8, mestre em planejamento energético pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFPR) e economista formado pela UFRJ. Ele também é articulista do Poder360 e, em 2021, defendeu que “privatizar é a solução” para a Petrobras.

A princípio, sua entrada no comando da Petrobras, entretanto, pode trazer prejuízos. Ele teria que se desfazer totalmente da consultoria Cbie e seu filho não poderia ficar no comando. Se Jair Bolsonaro não for reeleito presidente da República, Pires corre o risco de ficar apenas cerca de nove meses na estatal, pois o próximo ocupante do Planalto poderia indicar outro executivo para a função.

A decisão de Pires será tomada no começo desta semana. Por enquanto, não foi encontrada uma solução a respeito do que poderá fazer com sua consultoria caso assuma a estatal.

A Lei das Estatais, de 2016, foi criada dentro do contexto de crise na Petrobras e por causa dos achados da operação Lava Jato. Embora o texto, de fato, evite conflito de interesses, ela pode condenar as empresas do governo a ter executivos sem conhecimento real a respeito do que precisam fazer se nomeados para algum cargo relevante dentro do empreendimento.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x