Política

Defendida por Bolsonaro, privatização da Petrobras é “estupidez” para Lula

Em maio, Ministério de Minas e Energia pediu início dos estudos para privatização da empresa; Bolsonaro tem dito que Petrobras “não colabora com nada”


G1 - 26 set 2022 - 08:20

O ex-presidente Lula, candidato do PT à presidência nas eleições deste ano, chamou de “estupidez” a proposta do governo Jair Bolsonaro de privatização da Petrobras. A fala aconteceu neste domingo, 25.

Em maio deste ano, o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, pediu ao Ministério da Economia a inclusão da Petrobras na lista de estudos de privatização. O próprio presidente Bolsonaro, candidato à reeleição, tem defendido a privatização da empresa, afirmando que a Petrobras “não colabora com nada”.

“Vamos parar com essa estupidez de querer privatizar a Petrobras. Vamos parar com essa estupidez”, afirmou Lula neste domingo.

O candidato do PT deu a declaração ao discursar em um evento com apoiadores na quadra da Portela, no Rio de Janeiro, onde também estavam aliados do petista, entre os quais o prefeito do Rio, Eduardo Paes, e o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Felipe Santa Cruz, além de candidatos, como André Ceciliano, que disputa o senador pelo PT-RJ.

Lula tem dito que, se eleito, vai “abrasileirar” o preço dos combustíveis. Desde 2016, durante o governo Michel Temer (MDB), a Petrobras adota a chamada política de paridade internacional, pela qual o preço dos combustíveis no Brasil segue o mercado internacional. Na ocasião, a Petrobras argumentou que, ao adotar a medida, os preços poderiam cair.

No entanto, com a alta do dólar, a Petrobras anunciou neste ano sucessivos reajustes nos preços dos combustíveis, o que levou a empresa a ser criticada com frequência por Bolsonaro.

No ato deste domingo, Lula relembrou o preço da gasolina no período em que era presidente. “Em 2008, quando veio a crise, vocês sabem que eu disse que era uma ‘marolinha’, o preço do [barril] do petróleo não estava a US$ 90, estava a US$ 147, e a gasolina era vendida R$ 2,60 neste país”, disse.

Ainda que o governo opte por privatizar uma empresa, o Supremo Tribunal Federal (STF) já decidiu que cabe ao Congresso Nacional autorizar ou vetar a privatização de empresas estatais.

Raoni Alves


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x