PUBLICIDADE
ARMAC
Política

Caio Paes de Andrade toma posse da presidência da Petrobras sem cerimônia

Executivo, que assumiu chefia nesta terça-feira, 28, é o primeiro do governo Bolsonaro a não ter posse com convidados externos


Folha de S. Paulo - 29 jun 2022 - 08:01

Sem cerimônia oficial, o novo presidente da Petrobras, Caio Paes de Andrade, assumiu o cargo nesta terça-feira, 28, informou em nota a estatal. O executivo é o quarto indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) a tomar posse na companhia.

A nomeação de Paes de Andrade foi confirmada pelo conselho de administração da Petrobras nesta segunda-feira, 27, com votos de sete dos dez conselheiros aptos a votar. Os outros três rejeitaram a nomeação por questionamentos sobre sua qualificação para ocupar o cargo.

“Caio tomou posse no Rio de Janeiro, sede da companhia, em agenda interna”, disse a Petrobras. É o primeiro entre os quatro presidentes da Petrobras sob Bolsonaro a não realizar uma cerimônia de posse com presença de convidados externos.

Em seu primeiro dia, Paes de Andrade teve reuniões individuais com os diretores da companhia, que o governo espera substituir. Ainda não há, porém, informação sobre quando serão feitas as destituições nem sobre os nomes dos substitutos.

Fontes da alta administração da companhia relatam ainda que o novo presidente demonstrou interesse pelas verbas publicitárias da Petrobras, que investiu R$ 138 milhões na área em 2021 e tem hoje licitação aberta para a contratação de novas agências.

Os contratos atuais, assinados com as empresas Propeg e DPZ&T, vencem no dia 19 de julho.

Embora o novo presidente da Petrobras tenha dito a comitê interno que não recebeu “qualquer orientação” para mudar a política de preços dos combustíveis, o governo espera que ele segure novos reajustes ao menos até as eleições presidenciais.

Para isso, o governo tenta reforçar o discurso de que a estatal precisa aprimorar a parte social de sua pauta ESG (sigla em inglês para meio ambiente, sustentabilidade e governança).

A senha já foi dada na semana passada pelo ministro Adolfo Sachsida (Minas e Energia), durante audiência na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados. Ele defendeu que as empresas devem “pensar na reputação da marca a longo prazo”, não só a curto prazo.

Ele alega que todas as empresas de petróleo do mundo têm minoritários e “todas estão levando prejuízo para preservar a marca”, citando as que deixaram a Rússia por causa da Guerra da Ucrânia. “É natural que a Petrobras também faça sacrifícios”.

Petroleiros ainda tentam barrar a nomeação, alegando que fere o estatuto da companhia e a Lei das Estatais. Na segunda, anunciaram denúncia à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), alegando que sua posse poderia “gerar instabilidade e oscilação indesejada no mercado de capitais da companhia”.

No comunicado sobre a posse, a Petrobras repetiu defesa do currículo de Paes de Andrade, que é formado em comunicação social e não tem passagem por empresas do setor de petróleo ou do porte da estatal, como determina a lei.

A estatal alega que ele é “empreendedor com sucessos comprovados em tecnologia de informação, mercado imobiliário e agronegócio, fundou e/ou liderou a construção de diversas empresas emblemáticas do mercado brasileiro de Tecnologia da Informação”.

Para ampliar sua influência na gestão da estatal, o governo tenta ainda renovar o conselho de administração da companhia, caso queira ampliar a interferência em sua gestão. O processo deve enfrentar questionamentos por uma série de restrições aos indicados.

Os nomes para o novo conselho foram apresentados no início do mês, mas ainda não há data para a assembleia de acionistas que vai eleger os novos conselheiros. O colegiado atual espera a análise dos currículos dos candidatos para convocar o encontro.

A lista de indicados é composta majoritariamente por pessoas que ocupam cargos públicos, o que vem gerando críticas entre trabalhadores e minoritários, que veem possíveis conflitos de interesse ou restrições previstas na Lei das Estatais.

Nicola Pamplona


PUBLICIDADE BASF GIGA INTERNAS BASF GIGA INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x