PUBLICIDADE
ARMAC
Política

Bolsonaro diz não precisar de “bola de cristal” para falar sobre combustíveis


Poder360 - 07 dez 2021 - 09:48

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta segunda-feira, 6, que não precisa de “bola de cristal” para afirmar que o preço da gasolina sofrerá queda nos próximos dias. Deu a declaração a apoiadores depois de a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abrir processo contra a Petrobras.

“Precisa ter bola de cristal para dizer que tem que diminuir o preço da gasolina, caindo o Brent? Não. Caiu, se não me engano, quase US$ 10. Daí eu falei isso aí e pronto: informação privilegiada”, disse o presidente.

A CVM reagiu nesta segunda-feira, um dia depois de Bolsonaro dizer, em entrevista ao Poder360, que a estatal reduziria os valores nas refinarias nesta semana. Na declaração aos apoiadores, Bolsonaro se refere ao valor internacional do petróleo, que abriu espaço para a Petrobras cortar os preços dos combustíveis no Brasil.

Desde o último reajuste, a cotação internacional caiu 18,7%. O anúncio mais recente de alta nos preços foi feito em 25 de outubro, quando a estatal subiu o valor do litro da gasolina em 6,8% e do óleo diesel em 8,8%.

O chefe do Executivo criticou governadores na conversa com os visitantes do Palácio da Alvorada. “Lógico que [governadores] não querem [a diminuição do preço]. Porque faturam mais. Eles cobram ICMS em cima do preço final da bomba. Nunca vi isso. Cobra imposto na origem. Está nas mãos do Supremo [Tribunal Federal]”.

Murilo Fagundes


PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x