PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Etanol: Preços

Preço do hidratado no Centro-Sul despenca em R$ 930/m³ em relação a meados de abril


S&P Global Platts - 23 jun 2022 - 11:32 - Última atualização em: 24 jun 2022 - 14:33

Phillip Herring*

A S&P Global Platts avaliou o etanol hidratado em Ribeirão Preto em R$ 3.675 por metro cúbico em 31 de maio, queda de R$ 930/m³ em relação à alta mais recente, em meados de abril, e retração de R$ 225/m³ na semana, de acordo com dados da S&P Global Commodity Insights.

Os preços do etanol no Centro-Sul caíram na semana encerrada em 31 de maio, principalmente porque a Câmara dos Deputados aprovou em 25 de maio que o ICMS, imposto sobre circulação de mercadorias e serviços, será limitado em 17%.

O ICMS limitado a 17% aumentará a competitividade da gasolina em relação ao renovável em muitas regiões do Brasil e fará com que os preços do etanol caiam no curto prazo, de acordo com várias fontes do mercado.

O estado de São Paulo, o maior consumidor de combustíveis do Brasil, atualmente tem uma alíquota de ICMS de 25% sobre a gasolina e 13,3% sobre o etanol hidratado.

"Os preços do etanol no Centro-Sul caíram entre 25 e 27 de maio após a notícia do limite de 17% do ICMS, porque um participante dominante do mercado entrou no mercado no início da manhã com ofertas substancialmente mais baixas a cada dia na região de Ribeirão Preto", disse um trader de São Paulo. "Além disso, a demanda por etanol hidratado continua fraca no estado de São Paulo porque a maioria das distribuidoras continua firme com preços mais altos em seus postos”, completou.

Embora a proposta de lei que limita o ICMS em 17% deva ser aprovada pelo Senado nas próximas semanas, o mercado descontou quase totalmente a redução do imposto, segundo várias fontes do mercado.

Relação entre etanol hidratado e gasolina em torno de 70%

“Uma redução do ICMS sobre a gasolina deve manter a relação de preço entre o etanol hidratado e a gasolina em 70% ou mais no curto prazo, apoiando assim a competitividade do preço da gasolina”, disse um comerciante.

A relação no Sudeste caiu para 70,24% na semana encerrada em 28 de maio, ante 70,85% na semana anterior, mostraram dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Os consumidores com veículos flex podem abastecer seus tanques com gasolina, que tem uma mistura de 27,5% de etanol anidro, ou com etanol hidratado. Eles geralmente enchem seus tanques com hidratado apenas quando seu preço está 70% menor que o da gasolina, devido ao menor conteúdo energético do biocombustível.

O diferencial absoluto de preços entre os combustíveis na maioria dos postos do Centro-Sul foi de R$ 2,149 por litro em 28 de maio, acima da marca que normalmente estimula a demanda dos consumidores.

Um diferencial de preço de R$ 2,149/L entre gasolina e o renovável poderia estimular os consumidores a preferirem o etanol hidratado, mais barato, ao considerar uma economia de cerca de R$ 108 ao reabastecer um tanque de tamanho médio.

Açúcar recupera prêmio sobre produção de etanol

O prêmio de produção do etanol brasileiro ou desconto para o açúcar, que mostra qual produto é mais lucrativo, atingiu um desconto de 40 pontos para os futuros de açúcar, de julho, em Nova York, em 31 de maio, segundo dados da S&P Global.

Um colapso de 20,2% no preço do hidratado no Centro-Sul e uma desvalorização de 2% do real brasileiro em relação ao dólar americano de 18 de abril a 31 de maio foram as principais razões pelas quais o prêmio de produção do biocombustível caiu para um desconto em relação ao adoçante, uma vez que atingiu um valor de três dígitos de prêmio durante a primeira quinzena de abril. Os contratos futuros da commodity em Nova York para julho retraíram cerca de 3,9% no mesmo período.

A produção de etanol manteria um prêmio de cerca de 15 pontos em relação ao açúcar se fossem adicionados os créditos de descarbonização (CBios) ao cálculo do prêmio. O CBio, equivalente a uma tonelada de CO2 não lançado na atmosfera, é um instrumento emitido pelos produtores e importadores de biocombustíveis para garantir que o país atinja suas metas de descarbonização.

Movimentos do preço da gasolina

“Um aumento no preço da gasolina pela Petrobras pode anular qualquer proposta de redução do ICMS sobre o combustível fóssil”, disse um terceiro trader de São Paulo.

O governo do Brasil mudou a liderança da Petrobras três vezes até agora em 2022, na esperança de que cada alteração resulte em uma solução rápida para a complexa dependência energética do país em importações estrangeiras em um ambiente de mercado extremamente volátil – uma política crucial durante um ano eleitoral.

“Dado que é um ano eleitoral, a alta frequência de mudanças de liderança da Petrobras e a recente defasagem de paridade do preço de importação com a gasolina, há baixa probabilidade de que a Petrobras aumente o preço da gasolina no curto prazo”, disse um quarto trader sediado em São Paulo.

Os participantes do mercado usam os aumentos de preços da gasolina como mecanismo de desconto para os preços do etanol, porque o incremento do preço sentido pelos consumidores na bomba pressionará o valor do hidratado no curto prazo.

* Phillip Herring é especialista de preços da S&P Global Platts
Com tradução NovaCana


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x