Etanol: Preços

Usinas seguem reduzindo preço do etanol: hidratado cai 3% em Paulínia


novaCana.com - 03 ago 2018 - 16:35

Os elevados estoques de etanol e a necessidade de gerar caixa continuam pressionando os preços do hidratado. A trajetória de queda continuou esta semana, como mostra o indicador diário para o etanol hidratado no posto Paulínia (SP).

As usinas e distribuidoras de combustível estão negociando etanol hidratado com uma redução de 3% em relação a semana passada. O indicador fechou ontem em R$ 1,452 por litro (veja gráfico abaixo).

Na semana passada os pesquisadores do Cepea já haviam relatado que algumas usinas estariam tendo que vender o biocombustível, pois estavam com os estoques próximos ao limite. Os estoques de hidratado do Centro-Sul alcançaram recorde histórico para o período (16 de julho) — 100% acima do volume verificado na mesma quinzena do ano passado.

Além disso, no meio desta semana a Petrobras anunciou que nesta sexta-feira reduziria em 1,1% o preço da gasolina nas refinarias. Os preços estabelecidos pela estatal terminam por refletir nos postos, alterando a relação de preço entre etanol e gasolina. Esta relação já está em 61,1% no Brasil, de acordo com a pesquisa da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Quando esta relação está abaixo de 70%, o etanol já pode ser considerado economicamente vantajoso.

Mesmo com a relação em 61,1%, o nível mais baixo dos últimos oito anos, as usinas continuam reduzindo os preços do etanol, tentando estimular ainda mais o consumo de hidratado pela população.

indicador etanol hidratado

Com essa queda de 3% no indicador do etanol hidratado em Paulínia e a redução de apenas 1,1% da gasolina pela Petrobras, considerando que o repasse será feito na mesma proporção, o biocombustível caminha para ganhar ainda mais competitividade frente a combustível fóssil.

Este movimento sinaliza que o mercado está trabalhando para se equilibrar e não chegar na entressafra com estoques em níveis exagerados. O mercado, no entanto, ainda não conhece como foi o consumo de combustíveis em julho.

Os indicadores de preço, estoques, produção e consumo de etanol — que afetam diretamente esta busca pelo equilíbrio do mercado — são atualizados e estão colocados de forma fácil e detalhada na plataforma de dados NOVACANA DATA.

novaCana.com


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail