Etanol: Preços

Com oferta e demanda apertada, preço do etanol continua subindo nas usinas e postos - 10ª semana de 2016


novaCana.com - 14 mar 2016 - 10:56 - Última atualização em: 21 mar 2016 - 17:41

Paridade do etanol com a gasolina nos 6 principais estados consumidores

Enquanto o preço do etanol hidratado nas usinas atingiu na semana passada o recorde histórico dos últimos 13 anos, nos postos o movimento de alta continuou. Por mais uma semana o hidratado ampliou a desvantagem ante a gasolina no Brasil.

Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), realizado em postos de todo o território brasileiro, na semana de 6/03 a 12/03 os preços marcados nas bombas para o biocombustível de cana subiram em 18 estados, e caíram em oito e no Distrito Federal (DF).

Já o preço da gasolina ao consumidor, no mesmo período, registrou aumento em 15 estados e queda em outros onze, permanecendo estável no DF.

O resultado da paridade nacional, o indicador que mostra a relação entre os preços dos combustíveis, subiu novamente e alcançou 76,6%.

Oferta X Demanda

O comportamento revela que a relação oferta e demanda ainda não está equilibrada como no passado e, por isso, a desvantagem dos preços do etanol hidratado perante a gasolina permanece em níveis recordes.

No entanto, com mais usinas entrando em operação na primeira quinzena de março, é provável que a oferta de hidratado aumente enquanto a demanda continuará em queda. Na semana passada a Unica afirmou que na primeira quinzena de março 70 usinas entrariam em operação, contra 23 da última quinzena de fevereiro. Este movimento deve marcar o início da curva de queda nos preços das usinas e postos.

Estados

Nos seis estados em que os índices de paridade costumam mostrar maior vantagem para o etanol, o que estampa a melhor relação de paridade é o Mato Grosso, com 72,1%. Na semana passada, no estado, o etanol foi comercializado por R$ 2,705, um valor 0,15% menor do que os preços do renovável de cana registrados no período anterior.

O pior índice de paridade no recorte é do vizinho Mato Grosso do Sul, com o preço do biocombustível ao consumidor chegando a R$ 3,004. O índice de paridade do estado representou uma relação de 83,9% perante o preço da gasolina, hoje comercializada a R$3,580.

Já São Paulo, o maior mercado produtor e consumidor de etanol do país, comercializou o etanol a R$2,717 na semana passada. O valor representa um aumento de 0,44% em relação aos preços marcados nas bobas anteriormente, e resulta em uma relação de paridade de 76,5% em relação à gasolina. 

Em detalhe 

Gráficos avançados e filtros interativos sobre o comportamento dos preços estão disponíveis aqui (exclusivo assinantes).

Diferença de preço entre etanol e gasolina nos postos do Brasil nos estados

O evolutivo dos preços de todos os estados desde 2001 pode ser acessado aqui.

Comparativo de preço do etanol hidratado nos estados

Para saber quais são as cidades com menor paridade e as cidades com os maiores preços de etanol e gasolina acesse a planilha interativa.

Tabela de preço por estado, variação, paridade e % de consumo

Os preços do etanol e da gasolina por região, estado ou cidade desde 2001 estão disponíveis na planilha interativa  (exclusivo para assinantes).

novaCana.com


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail