Etanol: Preços

Inflação do setor sucroalcooleiro atinge 4,01% em 2012


Valor Econômico - 22 jan 2013 - 18:18 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

A inflação acumulada do setor sucroalcooleiro nas áreas tradicionais de cana do Centro-Sul foi de 4,01% no período entre novembro de 2011 e novembro de 2012, segundo índice calculado pelo Programa de Educação Continuada em Economia e Gestão de Empresas (Pecege) vinculado à Esalq/USP.

São consideradas tradicionais pelo programa as regiões paulista de Assis, Araçatuba, Catanduva, Jaú, Sertãozinho, Piracicaba e as regiões do Estado do Paraná.

A inflação acumulada do índice agrícola no período foi de 4,28%. Isso porque os preços dos insumos e de serviços inerentes ao processo de produção da cana-de-açúcar cresceram a uma taxa média mensal de 0,41%. Já a inflação da área industrial foi menor e atingiu uma taxa média mensal de 0,38% e uma inflação acumulada de 3,32% no período.

Essa diferença entre a inflação agrícola e a industrial se deve às variações para cima de preços de arrendamento, que, entre novembro de 2011 e maio de 2012, aumentaram 11,84% (taxa de crescimento média mensal de 1,86%). No entanto, a partir de junho de 2012, as variações desse item registraram taxa de crescimento média mensal negativa de 1,09%.

O índice revelou que o comportamento dos preços dos principais insumos e serviços utilizados pelo setor sucroalcooleiro apresenta uma tendência mais próxima do Índice de Preços Pagos pelos Produtores Paulistas (IPP), que variou 4,93% no período, do que em relação ao nível geral de preços da economia mensurado pelo Índice Geral de Preços/Disponibilidade Interna (IGP-DI), que variou 7,22% no período.

Fabiana Batista


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail