Etanol: Preços

Etanol: Cepea desconta PIS/Cofins de indicadores após fim de crédito presumido


Agência Estado - 09 jan 2017 - 07:32

Publicada em 04/01/2017

O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP) alterou a metodologia de cálculo dos preços de etanol hidratado e anidro. A partir desta semana, além dos 12% de ICMS, o Cepea também descontará de seus indicadores de referência o PIS/Cofins de R$ 0,12 por litro (R$ 120 por metro cúbico). Na prática, a alíquota estava zerada desde maio de 2013, quando o governo concedeu um crédito presumido de igual valor para o álcool. A medida, defendida pelo setor sucroenergético, vigorou daquele ano até o mês passado.

As primeiras cotações com o desconto de ICMS e PIS/Cofins serão divulgadas pelo Cepea na sexta-feira (6). Na semana passada, o Indicador de Hidratado fechou em R$ 1,8619 por litro e o de Anidro, em R$ 2,0759 por litro. Os valores não consideram impostos e referem-se ao produto retirado nas usinas paulistas.

O crédito presumido de R$ 0,12 por litro foi anunciado pelo governo em abril de 2013. Na ocasião, o Ministério da Fazenda projetou uma renúncia aos cofres públicos de mais de R$ 4 bilhões durante o período de vigência da medida. Lideranças do setor sucroenergético discutiram durante 2016 diversas alternativas ao término do crédito presumido. A avaliação é de que sem o R$ 0,12 por litro há perda de competitividade para o álcool.

José Roberto Gomes


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail