PUBLICIDADE
renovacao renovacao
Etanol: Preços

[Cepea] Usinas retomam produção de etanol, mas ritmo de negócios é lento


Agência Estado - 14 jun 2016 - 11:14

Desde o início de junho, a colheita e a moagem de cana estavam paralisadas em diversas regiões do estado de São Paulo. Na última quarta, no entanto, o clima melhorou nas principais praças paulistas e usinas puderam retomar as atividades. Segundo colaboradores do Cepea, algumas unidades ainda não haviam conseguido produzir no estado neste mês.

Compradores, por sua vez, estiveram retraídos na última semana, adquirindo apenas o necessário para abastecer os estoques. A previsão de que as chuvas dariam lugar ao tempo seco fez com que distribuidores esperassem para negociar quando a oferta crescesse, em busca de preços menores.

Entre 6 e 10 de junho, o Indicador Cepea/Esalq do hidratado fechou a R$ 1,5355/litro (sem impostos, a retirar), praticamente estável em relação ao fechamento da semana anterior. Houve pequena participação de etanol vindo de Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul. O Indicador diário do hidratado Esalq/BM&FBovespa posto Paulínia fechou a R$ 1.456,00/m3 na sexta-feira, 10, leve aumento de 1,4% na comparação com a sexta anterior.

O Indicador semanal Cepea/Esalq do anidro combustível fechou a R$ 1,7348/litro (sem impostos, a retirar), elevação 1,5% em relação à semana anterior.

Segundo cálculos do Cepea, o açúcar cristal remunerou 57% a mais que o anidro e 66% a mais que o hidratado no estado de São Paulo na última semana. Entre os etanóis, o anidro remunerou 6% a mais que o hidratado. O preço médio do etanol anidro que seria equivalente ao do açúcar cristal foi calculado em R$ 2,7179/litro (sem impostos). Para obter equiparação com o açúcar, o hidratado precisaria ter tido média de R$ 2,5564/litro (sem impostos). O preço do etanol hidratado que seria equivalente ao do anidro teria que ser de R$ 1,6329/litro (sem impostos).

Na Bolsa de Chicago (CME/CBOT), o contrato de etanol anidro combustível desnaturado (primeiro vencimento – Julho/16) caiu 1,07% entre as duas últimas sextas-feiras, com média semanal de US$ 1.683,60/galão (US$ 444,81/m³). Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o contrato futuro de crude oil com vencimento em Julho/16 teve média de US$ 50,18/barril na semana, alta de 0,93% na comparação entre as duas últimas sextas-feiras.


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x