BASF
Etanol: Importação

Mesmo com restrição em cota, volume importado de etanol sobe 74,8% em outubro


Agência Estado - 05 nov 2019 - 15:29 - Última atualização em: 06 nov 2019 - 07:02

O volume importado de etanol pelo Brasil atingiu 82,45 milhões de litros em outubro, alta de 74,8% sobre os 47,18 milhões de litros adquiridos no exterior em outubro de 2018. O total importado no mês passado foi também 26,4% maior que os 65,24 milhões de litros de setembro de 2019. O aumento ocorre mesmo após o governo federal restringir o volume do biocombustível adquirido no exterior dentro da cota anual de 750 milhões de litros isenta de tarifa de 20%.

No mês passado, o governo definiu como será divisão temporal no período de vigência da cota, entre 31 de agosto deste ano e 30 de agosto do próximo ano. Nos primeiros seis meses, até 29 de fevereiro de 2020, o volume máximo importado e isento será de 200 milhões de litros. Ou seja, faltariam apenas 52,31 milhões de litros para entrar nos portos brasileiros sem a taxação até o início de março. Entre 1º de março e 31 de maio de 2010, o volume sem tarifa será de 275 milhões de litros. Nos três meses restantes, de 1º de junho a 30 de agosto, mais 275 milhões de litros de etanol poderão ser adquiridos sem os 20%.

Após o resultado do mês passado, o total importado do biocombustível atingiu 1,214 bilhão de litros em dez meses de 2019, queda de 15,9% sobre o total de 1,444 bilhão de litros do acumulado entre janeiro e outubro de 2018. Os dados são da Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia.

Fluxo favorável

Mesmo com a alta nas importações no comparativo dos meses de outubro, o fluxo de comércio de etanol segue favorável ao Brasil. O volume importado do biocombustível em outubro foi duas vezes e meia inferior ao do total exportado. No mês passado, o País comercializou 209,18 milhões de litros de etanol ao mercado externo.

Com o desempenho, o volume exportado de etanol nos dez meses de 2019, de 1,659 bilhão de litros, supera em 36,7% o acumulado comprado no exterior no período, de 1,214 bilhão de litros.

Receita

A importação brasileira de etanol movimentou US$ 36,15 milhões no décimo mês do ano, altas de 99,2% sobre os US$ 18,15 milhões de outubro de 2018, e de 23,9% sobre os gastos de US$ 29,17 milhões de setembro de 2019. As importações de etanol movimentam US$ 504,38 milhões entre janeiro e outubro 2019, 18% a menos que em igual período de 2018, de US$ 615,22 milhões.

A balança comercial do etanol gerou superávit de US$ 69,76 milhões em outubro, pois as exportações movimentaram US$ 105,91 milhões no mês passado. Com o resultado, a balança comercial dos primeiros dez meses está superavitária em US$ 348,32 milhões, já que as vendas externas somaram US$ 852,70 milhões entre janeiro e outubro de 2019.

novaCana DATA