Etanol: Importação

Importações brasileiras de etanol caem 21% em 2020, totalizando 1 bilhão de litros

Volume adquirido pela região Norte-Nordeste teve queda anual de 61%


S&P Global Platts - 08 jan 2021 - 10:20

Por Nicolle Monteiro de Castro*

As importações brasileiras de etanol em 2020 somaram 1 bilhão de litros, o que representa uma queda de 21% na comparação com o ano anterior. A maior parte desta redução foi observada nas regiões Norte e Nordeste, onde as importações chegaram a 384 milhões de litros, uma retração anual de 61%.

Os dados foram divulgados ontem, 7, pela Secretaria de Relações Exteriores Comércio (Secex), do Ministério da Economia.

No geral, o resultado acumulado das importações feitas em 2020 reflete um ano de redução na demanda por combustíveis e de forte desvalorização do real frente ao dólar. Este quadro manteve a arbitragem de importação fechada.

Em dezembro, as importações ficaram em linha com as expectativas do mercado, com 95 milhões de litros. Deste total, 69 milhões de litros entraram no país pelos portos do Norte-Nordeste, um volume 95% superior em relação ao mesmo período de 2019.

O alto volume importado pelo Norte-Nordeste no último mês do ano é justificado principalmente pelo aumento do preço do etanol anidro no mercado doméstico, observado desde o final de novembro.

Em 19 de novembro, o acompanhamento de preços do etanol anidro feito pela S&P Global Platts registrou o valor de R$ 3.015/m³, equivalente a US$ 557,25/m³. Isso representa uma alta anual de 31,4%, além de ser o maior nível desde o lançamento da avaliação, em novembro de 2017.

Leia a análise completa na versão exclusiva para assinantes.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR