BASF
Etanol: Mercado: Gasolina

Unica: aumento do etanol na gasolina deve ser anunciado o quanto antes


Folha de S. Paulo - 18 jan 2013 - 09:01 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

O aumento de 20% para 25% da quantidade de etanol anidro na gasolina deve ser anunciado o quanto antes, disse nesta quinta-feira (17) a direção da Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar), para que os produtores passam se preparar para a próxima safra (2013/2014).

A declaração foi dada após a presidente da ANP (Agência Nacional do Petróleo), Magda Chambriard, afirmar que o aumento ocorrerá no fim da safra atual (2012/2013) da cana, que ocorre em março.

A direção da Unica afirmou que o aumento não era uma reivindicação do setor, mas, "caso a decisão seja mesmo formalizada, não haverá qualquer problema para fornecer o anidro porque o setor está preparado".

A entidade ressaltou que, quanto antes o setor for avisado, melhor os produtores poderão planejar sua produção na próxima safra, "já pensando em 25% de anidro", porque a mudança implica em mudanças na "calibragem" das usinas --produzir mais álcool anidro e menos hidratado.

Para o presidente do Sindicom (Sindicato Nacional das Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes), Alísio Vaz, as estimativas para produção de etanol em 2013 indicam que será suficiente para aumentar o percentual de 20% para 25% na gasolina. "A mudança é esperada. Da nossa parte, estamos preparados", disse.

Ele afirmou que o preço da gasolina poderá cair com o maior percentual de etanol, mas não disse quanto. Para ele, a redução não deve proporcionar margem para a Petrobras aumentar o preço da gasolina. "Uma coisa independe da outra. Mas as importações de gasolina devem diminuir com a medida", disse.

SAFRA
Segundo dados da Unica, o volume de etanol comercializado pelas unidades produtoras da região Centro-Sul entre abril e dezembro de 2012 somou 16,84 bilhões de litros --7,06 bilhões de litros de etanol anidro e 9,78 bilhões de litros de etanol hidratado--, alta de 4,05% comparativamente a igual período do ano anterior.

Deste total, 2,88 bilhões de litros destinaram-se à exportação e 13,95 bilhões de litros ao mercado interno. As vendas domésticas de etanol hidratado alcançaram 1,03 bilhão de litros em dezembro, crescimento de 22,27% em relação ao mesmo mês de 2011.

Mas, apesar desta expansão já observada nos meses precedentes, no acumulado desde abril o volume comercializado (8,75 bilhões litros) permanece abaixo daquele registrado no mesmo período de 2011 (9,01 bilhões de litros).

No que se refere às vendas de etanol anidro ao mercado interno, estas atingiram 605,78 milhões de litros em dezembro de 2012, ante 571,25 milhões de litros comercializados no mesmo mês de 2011. No acumulado de abril a dezembro de 2012, as vendas de anidro internamente totalizaram 5,20 bilhões de litros.

Já o volume de cana-de-açúcar processado pelas unidades produtoras da região Centro-Sul do Brasil alcançou 531,35 milhões de toneladas no acumulado desde o início da safra 2012/2013 até 31 de dezembro de 2012.

Segundo a Unica, considerando que a safra atual está praticamente encerrada, é factível comparar os valores acumulados até 31 de dezembro com os dados finais da safra 2011/2012.

"Neste exercício, observa-se uma expansão da moagem de 7,74%, 531,35 milhões de toneladas até dezembro de 2012 contra 493,16 milhões de toneladas na safra 2011/2012", informou a instituição.

Em dezembro de 2012, a moagem totalizou 20,75 milhões de toneladas, sendo 17,57 milhões de toneladas processadas na primeira quinzena do mês e 3,18 milhões de toneladas na quinzena seguinte.

Segundo o diretor-técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, "a moagem acumulada até o momento é praticamente o número final da safra 2012/2013 do Centro-Sul, pois apenas pouco mais de dez unidades produtoras permaneceram em operação após 1º de janeiro de 2013, com produção marginal relativamente ao volume total da região".

VENCESLAU BORLINA FILHO