Etanol: Mercado: Gasolina

Preços do petróleo sobem 1% com dados mornos de inflação nos EUA


Reuters - 11 nov 2022 - 07:50

Os preços do petróleo fecharam em alta de 1% nesta quinta-feira, 10, no primeiro avanço da semana, com dados de inflação nos Estados Unidos mais brandos do que o esperado compensando as preocupações de que novas restrições à covid-19 na China prejudicariam a demanda por combustível.

Após três dias de quedas, os futuros do petróleo subiram depois que os dados de inflação apoiaram as esperanças dos investidores de que o Federal Reserve modere seus aumentos nas taxas de juros, o que poderia sustentar a demanda por petróleo.

“(Dados do Índice de Preços ao Consumidor) podem ser o ponto de virada que os investidores anseiam”, disse o analista de mercado sênior da Oanda, Craig Erlam. “Ainda há muita dor pela frente, mas as coisas de repente parecem um pouco mais positivas”, completa.

O petróleo Brent subiu 1,1%, a US$ 93,67 por barril, um ganho de US$ 1,02. O petróleo nos EUA (WTI) subiu 0,8%, ou US$ 0,64, para US$ 84,67.

O dólar americano caiu mais de 2%, enquanto dados econômicos positivos atraíram investidores para longe do porto seguro do dólar em direção a ativos mais arriscados, incluindo petróleo. Um dólar enfraquecido torna o petróleo denominado em dólar menos caro para outros detentores de moeda.

No entanto, a China está lutando contra um novo avanço das infecções por covid-19 em várias cidades economicamente vitais, incluindo Pequim. Preocupações com restrições adicionais de mobilidade estão impedindo os ganhos de preço do petróleo, disse o analista de commodities do UBS, Giovanni Staunovo.

Shariq Khan
Com reportagem de Alex Lawler, Sonali Paul e Muyu Xu

Tags: Petróleo

PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x