Etanol: Mercado: Gasolina

Mantega e Graça Foster indicam que preço da gasolina pode subir


Folha de S. Paulo - 22 nov 2012 - 08:59
graca-foster-dilma-rousseff-221112
O ministro Guido Mantega (Fazenda) e a presidente da Petrobras, Graça Foster, indicaram ontem que o preço da gasolina pode subir, mas não deram detalhes.

Questionado sobre o assunto, Mantega afirmou que "no momento certo haverá atualização" dos preços.

Foster, por sua vez, disse que o aumento para o ano que vem não está descartado.

"Evidentemente que se espera um aumento. O aumento não esta descartado definitivamente. Mas não temos confirmação exata nem previsão", disse a presidente, em evento no Congresso.

Segundo reportagem publicada na edição de ontem da Folha, a estatal pleiteia reajuste de 12% a 15% do diesel e da gasolina em 2013.

Nos planos da estatal, a dúvida seria se o aumento viria em fevereiro de uma vez só ou se seria dividido em dois, em fevereiro e em agosto.

O objetivo dos reajustes é aumentar a receita da estatal, afastando o risco de interrupção de investimentos e obras.

Mantega e Foster, no entanto, fizeram coro para afastar as dúvidas do mercado sobre a saúde financeira da Petrobras. Ambos afirmaram ontem que a empresa não enfrenta problemas de caixa.

"Estamos muito bem com o caixa. A depender do comportamento do Brent [petróleo negociado na Bolsa de Londres] e do câmbio, a necessidade se torna maior", afirmou ela.

Graça Foster também afirmou que uma alta do dólar superior à atual cria a necessidade de subir o preço.

Segundo ela, a Petrobras realizou neste ano o maior investimento de sua história. A recuperação da produção reforçará o caixa, observou.

"Nos últimos três dias batemos 2 milhões de barris novamente."

Mariana Schreiber e Julia Borba