Etanol: Mercado: Futuro

Setor de etanol corre risco com falta de investimento e fechamento de usinas


novaCana.com - 02 abr 2013 - 08:46

Não é novidade para os agentes do mercado que os investimentos do setor sucroalcooleiro encolheram significativamente nos últimos anos. Junto com a crise financeira mundial em 2008, a indústria da cana-de-açúcar viu o fim do surgimento de novas usinas. A situação foi em seguida agravada por um período de adversidades climáticas e políticas desfavoráveis ao setor.

Os números comprovam o cenário de retração e o exemplo mais evidente do retrocesso está na evolução da moagem de cana-de-açúcar no Brasil. Na região Centro-Sul, entre 2001 e 2009, o crescimento médio chegou a 10% ao ano. Nos dois anos subsequentes houve uma discreta evolução seguida de um recrudescimento dos índices, que persiste até o momento.

A estagnação da produção foi sentida fortemente pelo setor industrial. Com dezenas de usinas deixando de funcionar, o quadro só não foi pior porque algumas empresas continuaram os projetos de novas usinas iniciados antes da crise.

O portal novaCana.com foi atrás para tentar entender o impacto e a gravidade desta situação no longo prazo para o Brasil. Confira abaixo:

- Pode haver um choque de oferta em alguns anos?
- O risco no longo prazo para o setor
- O impacto da alavancagem na saúde financeira das usinas
- A evolução das usinas inauguradas e as que fecharam as portas


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail