BASF
Etanol: Exportação

Novas regras da Califórnia valorizam etanol brasileiro de forma inédita no mundo

Mesmo com o etanol de cana recebendo críticas pesadas, o Governo da Califórnia entendeu que biocombustível nacional possui uma das menores pegadas de carbono do mundo e, por isso, pode usufruir de vantagens comerciais


novaCana.com - 16 out 2015 - 11:12

As oportunidades para o etanol brasileiro de cana-de-açúcar nos Estados Unidos estão prestes a aumentar com a reativação integral do Padrão de Combustíveis de Baixo Carbono (LCFS). Segundo uma estimativa da Datagro, o país deve enviar cerca 908 milhões de litros de etanol para a Califórnia em 2016 – de janeiro a setembro deste ano, os EUA receberam 575 milhões de litros do Brasil. No entanto, os produtores devem ficar atentos para as mudanças que aconteceram no programa.

Com normas elaboradas pelo Conselho da Qualidade do Ar da Califórnia (Carb), o LCFS, que estava parcialmente ativo, teve diversos aspectos de sua antiga regulamentação – datada de 2009 – criticados legalmente, de modo que um novo texto foi elaborado para que fosse possível uma reativação total. A redação final, que ainda aguarda aprovação da Secretaria de Justiça Administrativa da Califórnia, passou por diversas discussões desde março de 2014, sendo disponibilizada para comentários públicos em duas ocasiões.

A que possivelmente é a maior polêmica relativa ao novo texto...

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

ou