BASF
Etanol: Exportação

Exportação de etanol, açúcar e outras commodities avança em novembro


Agência Estado - 02 dez 2015 - 08:21 - Última atualização em: 03 dez 2015 - 11:27

O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulgou nesta terça-feira os dados da balança comercial de novembro (20 dias úteis). No mês houve superávit de US$ 1,197 bilhão, resultante de exportações de US$ 13,806 bilhões e importações de US$ 12,609 bilhões.

O Brasil exportou no período 194,3 milhões de litros de etanol, avanço de 111,2% na comparação com os 92 milhões de litros embarcados em novembro de 2014. Em relação a outubro deste ano, quando foram embarcados 259,1 milhões de litros, o volume é 25% menor.

A receita cambial com a venda do biocombustível alcançou US$ 82,5 milhões em novembro, queda de 26% ante os US$ 111,5 milhões registrados em outubro. Em relação aos US$ 54,1 milhões de litros de novembro de 2014, houve aumento de 52,5%.

No acumulado de 2015, as exportações somam 1,574 bilhão de litros (+24,9%), com receita de US$ 755,2 milhões (-8,2%).

Já com relação ao açúcar, o Brasil exportou em novembro 2,355 milhões de toneladas do produto bruto e refinado, 15,8% superior ante as 2,033 milhões de toneladas registradas em igual mês de 2014, mas 7,9% menos que as 2,558 milhões de toneladas embarcadas em outubro. Do total embarcado no mês passado, 2,002 milhões de toneladas foram de açúcar demerara e 353 mil toneladas, de refinado.

A receita obtida com a exportação total de açúcar em novembro foi de US$ 696,7 milhões, 7,3% menor que a registrada em outubro (US$ 751,3 milhões) e 9,4% abaixo dos US$ 768,9 milhões computados em novembro de 2014. No acumulado de 2015, foram exportadas 20,584 milhões de toneladas de açúcar (-5,9%), com receita de US$ 6,596 bilhões (-23,2%).

De janeiro a novembro, a balança comercial acumula um saldo positivo de US$ 13,442 bilhões, revertendo o déficit de US$ 4,348 bilhões alcançado em igual período de 2014. Segundo o diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação (Deaex) da Secex, Herlon Brandão, o MDIC espera fechar o ano com um superávit na casa dos US$ 15 bilhões.

Exportação de etanol: preço médio por m3, volume enviado e receita total 

Resumo da exportaçào de etanol mês a mês desde 2013

Exportação de açúcar: volume exportado, preço médio por tonelada e receita total 

Resumo da exportação de açúcar mês a mês desde 2013

Milho

O Brasil exportou em novembro 4,757 milhões de toneladas de milho, 59,7% mais que no mesmo mês do ano passado quando o País embarcou 2,978 milhões de toneladas. A receita avançou 52,4%, de US$ 524,3 milhões em novembro de 2014 para US$ 799,1 milhões agora.

Na comparação com outubro deste ano, o desempenho foi negativo. O volume foi 14,2% menor e a receita 13,1% inferior. O preço médio do milho exportado em novembro, considerados 21 dias úteis, foi de US$ 168, 1,3% maior que o de outubro deste ano e 4,6% inferior ao de novembro do ano passado.

No acumulado dos onze meses, os números do MDIC mostram incremento de 31,36% no volume e de 24,3% na receita gerada pela exportação do cereal. Os embarques de milho do Brasil entre janeiro e novembro somam 22,633 milhões de toneladas, contra 17,230 milhões de toneladas no mesmo período do ano passado. Já a receita totaliza US$ 3,901 bilhões, ante US$ 3,138 bilhões nos onze meses de 2014.

Café

A exportação brasileira de café em novembro alcançou 3,116 milhões de sacas de 60 kg, o que corresponde a um aumento de 8,8% em relação ao mesmo mês do ano passado (2,864 milhões de sacas). Em termos de receita cambial, houve diminuição de 19,5% no período, para US$ 461,3 milhões em comparação com US$ 573,1 milhões em novembro de 2014.

Quando comparada com o mês anterior, a exportação de café em novembro apresenta queda de 5,8% em termos de volume, pois em outubro passado o País embarcou 3,307 milhões de sacas. A receita cambial foi 8,05% menor, considerando faturamento de US$ 501,7 milhões em outubro.

No acumulado do ano até novembro, houve queda de 4,6% na receita cambial com exportação de café em grão. O Brasil faturou US$ 4,682 bilhões em comparação com US$ 4,909 bilhões no mesmo período de 2014. O volume embarcado avançou 4,4%, de 26,216 milhões de sacas para 27,377 milhões de sacas entre janeiro e novembro deste ano.

Algodão

As exportações brasileiras de algodão cresceram 4,5% em volume no mês de novembro. Foram embarcadas 105,4 mil toneladas, ante 100,9 mil toneladas em novembro do ano passado. Já na comparação com outubro deste ano, quando os embarques somaram 161,2 mil toneladas, houve queda de 34,6%. Isso indica que as exportações de algodão brasileiro começam a perder força depois do período de pico de embarques do ano.

A receita com as vendas externas da pluma somou US$ 161,0 milhões, recuo de 7,9% ante novembro do ano passado e de 36,5% na comparação com outubro. O preço médio da tonelada de algodão exportada no mês passado foi de US$ 1.528, contra US$ 1.733,30 de novembro de 2014 e de US$ 1.572,9 de outubro deste ano.

No acumulado dos onze meses do ano, as exportações brasileiras de algodão somam 683,7 mil toneladas em volume e R$ 1,062 bilhão em receita.

Suco

A receita com exportação de suco de laranja do Brasil cresceu 84,7% em novembro na comparação com o mesmo mês de 2014, de US$ 104,7 milhões para US$ 193,4 milhões. Também houve incremento em relação a outubro deste ano, de 14% sobre os US$ 169,6 milhões registrados.

O volume de suco de laranja exportado no mês passado foi de 212,0 mil toneladas, 159,8% mais que as 81,6 mil toneladas embarcadas em novembro do ano passado. O preço médio da tonelada de suco exportada em novembro foi de US$ 912,3 ante US$ 1.284/tonelada em novembro de 2014 e US$ 910,9/tonelada em outubro deste ano.

Com o resultado de novembro, as vendas acumuladas de suco nos primeiros onze meses de 2015 alcançaram 1,892 milhão de toneladas, 14,7% mais que as 1,649 milhão de toneladas embarcadas no mesmo período de 2014. A receita no ano soma US$ 1,776 bilhão, 4,4% acima dos 1,701 bilhão registrados nos 11 meses do ano passado.

Tomas Okuda, Camila Turtelli e José Roberto Gomes
Com edição adicional novaCana.com

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

ou


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail