Etanol: Exportação

Em debate intenso sobre as regras da Califórnia, etanol brasileiro é atacado


novaCana.com - 10 mar 2015 - 09:38

A revisão do Padrão de Combustíveis de Baixo Carbono (LCFS, na sigla em inglês) na Califórnia, um importante mercado para as exportações brasileiras de etanol, abriu espaço para uma série de críticas que colocam em dúvida não apenas a eficácia do programa, mas também a disponibilidade dos volumes de importação do biocombustível tupiniquim, considerado um importante aliado para o cumprimento das metas de redução de carbono propostas pelo estado.

A nova legislação está motivando discussões acaloradas e, nas últimas semanas, recebeu dezenas de comentários.

O etanol brasileiro foi atacado por dois dos principais lados da disputa. Os representantes das petroleiras e dos produtores de etanol norte-americanos apresentaram posicionamentos contrários às altas previsões para a participação do etanol brasileiro.

O portal novaCana fez um resumo das discussões e apresenta a seguir a linha de argumentação das entidades, incluindo as reivindicações da britânica BP para sua usina no Brasil e o pedido da GranBio, Raízen e CTC através da Associação Brasileira de Biotecnologia Industrial (ABBI).


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR