BASF
Etanol: Exportação

Califórnia aprova maior parte das recertificações de CIs de etanol, mas reprova novas inscrições

Com atraso de quase um mês, órgão norte-americano liberou análises finais para empresas que reenviaram seus caminhos até 31 de janeiro de 2016


novaCana.com - 03 mai 2016 - 09:46

As mudanças na regulamentação do Padrão de Combustíveis de Baixa Emissão de Carbono (LCFS) podem beneficiar os produtores de etanol brasileiros que estão interessados no mercado da Califórnia.

As vantagens são maiores para as usinas que registram intensidades de carbono (CI) mais baixas em seus caminhos de produção. Assim, tornou-se vantajoso para as companhias abandonarem o quanto antes os caminhos-padrão estabelecidos previamente para enviarem seus próprios caminhos. No caso do etanol brasileiro de cana-de-açúcar, a recertificação já prevê uma redução de 46 gCO2/MJ para 11,8 gCO2/MJ no campo ‘uso do solo’.

Contudo, dos 221 pedidos, 113 foram aprovados e 108 foram negados. A maior parte das rejeições aconteceu em pedidos de novos caminhos de produção.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

ou