BASF
Etanol: Mercado

Etanol hidratado tem participação de mercado superior a 30% em setembro [30 gráficos]

Com consumo recorde ao longo do ano, volume acumulado de 2019 ultrapassa a marca de 16 bilhões de litros


novaCana.com - 01 nov 2019 - 10:43

Apesar de ter esfriado no ano passado, o consumo de combustíveis do Ciclo Otto no Brasil se recuperou em 2019, voltando aos patamares vistos anteriormente. Até então, foram 39,64 bilhões de litros – crescimento de 3,64% na comparação com o período de janeiro a setembro de 2018.

Este mercado, no entanto, manteve as características do ano passado, com um consumo elevado de etanol em detrimento da gasolina. Em todos os meses, mais de 28% do volume abastecido foi do biocombustível e, em setembro, o índice chegou a 30,02%.

Para efeito de comparação, a participação recorde do etanol em 2017 foi de 21,6%, registrada em novembro. Naquele momento, o biocombustível havia recém iniciado uma tendência de crescimento na participação de mercado. Este crescimento seguiu ao longo de 2018, quando o país atingiu um consumo de 19,38 bilhões de litros. Em outubro do ano passado, o combustível atingiu seu recorde mensal de participação, com 32,33%.

Em 2019, este índice se manteve relativamente estável e, até então, abaixo dos 30% – mas, ainda assim, em um patamar historicamente alto. Com isso, de janeiro a setembro, o consumo de etanol soma 16,37 bilhões de litros, 22,88% a mais do que no mesmo período de 2018.

Só em setembro, por exemplo, a demanda foi de 1,87 bilhão de litros. O valor está 4,11% acima dos 1,80 bilhão vistos em setembro de 2018, além de ser 16,26% maior que a média registrada de janeiro a setembro deste ano, de 1,61 bilhão de litros.

Se esta média se mantiver até dezembro, o consumo de etanol em 2019 pode chegar a 19,33 bilhões de litros, número inferior ao do ano passado. Porém, a tendência é que o consumo mensal suba nos últimos meses do ano, de modo que há a possibilidade de a demanda chegar – ou até mesmo ultrapassar – a marca de 20 bilhões de litros.

Em São Paulo, maior estado produtor e consumidor de etanol no país, o consumo acumulado em 2019 é de 8,50 bilhões de litros, um valor 22,38% superior ao visto no mesmo período de 2018. Além disso, no estado, a participação de mercado do biocombustível tem se mantido em torno de 50% ano longo do ano, com recorde de 51,74% em setembro.

Consumo de gasolina

Ao mesmo tempo em que o consumo de etanol tem subido, a demanda por gasolina tem caído.

Em 2017, o volume acumulado nacional, de janeiro a setembro, era de 33,32 bilhões de litros. No ano passado, com a perda de mercado para o etanol e o consumo desaquecido de combustíveis, este valor caiu para 28,82 bilhões. E este ano houve uma nova queda, de 2,7%, com a demanda ficando em 28,06 bilhões de litros.

Ainda que o volume consumido de gasolina no acumulado de 2019 seja 71,41% superior ao de etanol, o índice já foi bem maior. De janeiro a setembro de 2017, por exemplo, ele era de 253,34%.

consumo 02 otto mensal nov17 block

consumo 01 otto acumulado nov17 block

consumo 04 hidratado anual nov17 block

consumo 05 hidratado mensal nov17 block

consumo 03 combustiveis evolucao nov17 block

consumo 06 preferencia consumidor nov17 block

novaCana DATA (exclusivo assinantes)

Renata Bossle – novaCana.com


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail