Etanol: Abastecimento

Vendas de etanol hidratado em julho foram as maiores do ano


novaCana.com - 05 set 2013 - 14:50

As vendas de etanol hidratado ultrapassaram a marca dos 890 milhões de litros em julho, de acordo com dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O volume, comercializado nas distribuidoras autorizadas pela agência, é o maior de 2013 até agora, superando em 6% a quantia vendida em junho, a maior até então.

Clique na imagem para acessar os dados completos de consumo de etanol hidratado, anidro e gasolina:
graf-consumo-etanol-gasolina-050913
Mais de 50% deste total foi comercializado no estado de São Paulo. Paraná, Goiás e Minas Gerais registraram a venda de pouco mais de 74, 72 e 63 milhões de litros, respectivamente, sendo responsáveis por mais da metade de todo o comércio do biocombustível nos outros estados (exceto SP).

Anidro

O volume de vendas de julho do etanol anidro não ficou muito atrás: 865 milhões de litros. Contudo, ele é 0,37% inferior à quantia comercializada em maio, mês em que a mistura do aditivo à gasolina passou a ser de 25% e que registrou a maior comercialização de anidro em 2013.

Por ser vendido misturado à gasolina, o produto tem vendas melhor distribuídas pelos estados no país. São Paulo foi responsável por aproximadamente 25% do comércio de anidro, seguido de Minas Gerais (11,5%), Rio Grande do Sul (7,9%), Paraná (6,3%) e Rio de Janeiro (6,2%).

Correções

Ao divulgar os dados de julho, a ANP corrigiu os volumes comercializados nos primeiros seis meses do ano. Com os novos números, houve incremento de pouco mais de 40 milhões de litros no total de hidratado vendido entre janeiro e junho, fazendo com as vendas do primeiro semestre perfizessem 4,87 bilhões de litros.

No caso do anidro, a alteração foi menor, totalizando pouco mais de 1,27 milhão de litros. Com isso, foram vendidos 4,299 bilhões de litros do aditivo da gasolina entre janeiro e junho. Assim, as vendas de hidratado e anidro somaram 9,175 bilhões de litros no primeiro semestre e, adicionadas aos volumes comercializados em julho, já ultrapassaram a marca dos 10,9 bilhões de litros.

Vivian Faria – novaCana.com