PUBLICIDADE
ARMAC
Etanol: Abastecimento

Estoques de etanol do Centro-Sul continuam mais baixos do que há um ano [21 gráficos]

Até a metade de maio estavam armazenados 2,26 bilhões de litros, queda anual de 11,8%


NovaCana - 27 mai 2022 - 14:46

O início da safra 2022/23 de cana-de-açúcar está mais lento do que o habitual, fato que reflete também nos níveis dos estoques de etanol da região Centro-Sul. Entretanto, ainda que o volume armazenado esteja menor na comparação anual, a quantidade de biocombustível armazenado está aumentando de forma gradual.

Segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) divulgados nesta quinta-feira, 26, os estoques de etanol da região Centro-Sul somavam 2,26 bilhões de litros em 16 de maio, queda de 11,83% ante o total visto no mesmo período do ano passado, de 2,57 bilhões de litros.

Entretanto, o montante representa um aumento quinzenal de 41,2%. Ou seja, foram armazenados cerca de 661,41 milhões de litros de etanol na primeira metade de maio. A curva de crescimento é semelhante à vista no mesmo recorte de tempo de 2021/22 – quando foram estocados 646,08 milhões de litros, o que representou um crescimento de 33,6%.

De acordo com a União da Indústria da Cana-de-açúcar (Unica), na primeira quinzena de maio foram fabricados 1,65 bilhão de litros de etanol, o que significa que o equivalente a 40% da produção foi armazenada. A entidade também relatou que as vendas do biocombustível retraíram 17,3% no período, tendo sido comercializados 990,82 milhões de litros.

Em São Paulo, maior estado produtor e consumidor do renovável, o volume estocado ao final da primeira quinzena de maio era de 1,24 bilhão de litros, queda anual de 16,3%. Já Goiás e Minas Gerais registraram aumentos anuais em seus estoques, de 34,2% e 3,9%, respectivamente.

etanol 01 total block 160522

etanol 04 total estados block 160522

Anidro e hidratado

Levando em conta o tipo de etanol, o anidro segue abaixo do volume armazenado há um ano. Em 16 de maio, estavam estocados 699,39 milhões de litros, uma retração de 18,8% ante os 861,09 milhões de litros vistos no mesmo período de 2021. Já na comparação com 2020, época da eclosão da pandemia de covid-19, a queda chega a 48,7%.

Apesar disso, o volume aumentou 42,8% na comparação com a posição no começo do mês. Em 1º de maio havia 489,82 milhões de litros armazenados.

Os estoques de hidratado, por sua vez, registraram uma retração menor, de 8,3% na comparação anual, somando 1,56 bilhão de litros na metade de maio. Já em relação ao começo do mês, quanto o volume armazenado era de 1,11 bilhão de litros, o aumento foi de 40,5%.

Em São Paulo, a queda anual nos estoques de anidro foi de 19,4%, somando 405 milhões de litros em 16 de maio. Já o volume de hidratado armazenado era de 835 milhões de litros, retração anual de 14,7%.

etanol 02 anidro block 160522

etanol 04 anidro estados block 160522

etanol 02 hidratado block 160522

etanol 04 hidratado estados block 160522

NovaCana DATA (exclusivo assinantes)

Giully Regina – NovaCana


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x