Etanol: Abastecimento

Estoques de etanol do Centro-Sul estão acima de 11 bi litros há mais de um mês [21 gráficos]

Em 16 de novembro, usinas declararam uma armazenagem total de 11,48 bilhões de litros, 4,5% acima da posição vista um ano antes


novaCana.com - 27 nov 2020 - 11:01

Embora os estoques de etanol do Centro-Sul tenham registrado a segunda queda quinzenal consecutiva, a posição divulgada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aponta que o volume está acima dos 11 bilhões de litros desde 1º de outubro.

Em 16 de novembro, as unidades mantinham em seus tanques 11,48 bilhões de litros. O volume representa uma diminuição de 1,2% ante a quinzena anterior e de 3,1% na comparação com o pico de estocagem da safra registrado em 16 de outubro. Já em relação ao mesmo período do ano passado, há uma alta de 4,5%, equivalente a 493,86 milhões de litros.

Segundo a análise da especialista sênior de preços da S&P Global Platts, Nicolle Monteiro de Castro, a alta anual nos estoques não está gerando pressão sobre o mercado doméstico de etanol. Ela justifica que a expectativa é que a safra 2020/21 se encerre mais cedo do que temporadas anteriores, o que encoraja as usinas a manterem os estoques mais elevados.

De acordo com a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), as vendas de etanol na primeira quinzena de novembro somaram 1,32 bilhão de litros. No mercado interno, houve uma queda 17,3% na comercialização de hidratado em comparação com o mesmo período da safra 2019/20. Já as vendas de anidro tiveram aumento de 2,2% na mesma comparação.

“A retração nas vendas de etanol hidratado combustível nesta quinzena foi inferior àquela verificada nos outros meses desta safra e, além disso, foi parcialmente amenizada pelo crescimento das exportações e pelas vendas de anidro”, ameniza o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

etanol 01 total block

etanol 04 total estados block

Anidro

Ainda que o volume total estocado esteja em retração, a armazenagem de anidro pelas usinas do Centro-Sul segue subindo. Em 16 de novembro, os estoques chegaram a 3,87 bilhões de litros, alta de 1,3% ante a posição registrada 15 dias antes. Na comparação anual, a elevação é de 3,6%.

O movimento segue a estratégia das companhias quanto à produção do biocombustível. Segundo a Unica, o volume fabricado de anidro na primeira metade de novembro – 498,77 milhões de litros – representa um aumento de 16,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior.

“O aumento na produção de etanol anidro na quinzena retrata o esforço das empresas, que continuam priorizando a fabricação do produto para o suprimento dos próximos meses”, afirma Padua Rodrigues.

A maior parte do volume estocado está armazenada em São Paulo: 2,37 bilhões de litros. O estado, que havia registrado um declínio na armazenagem de anidro na quinzena anterior, voltou a ter alta, de 0,6%. Na comparação anual, entretanto, os tanques registraram uma queda de 4,7%.

etanol 03 anidro block

etanol 06 anidro estados block

Hidratado

A queda registrada nos estoques de etanol do Centro-Sul se deve à redução no volume armazenado de hidratado. Em 16 de novembro, os tanques abrigavam 7,61 bilhões – diminuição de 2,5% ante a quinzena anterior e de 5,6% em relação ao pico da safra, 16 de outubro. Já na comparação com o mesmo período do ano passado, a alta é de 4,9%.

Novamente, a maior parte deste volume está em São Paulo, com 4,07 bilhões de litros. No estado, a armazenagem está 3,3% acima da posição de um ano antes, mas esta diferença está diminuindo a cada quinzena. Em relação ao pico de armazenagem da safra atual, os estoques já caíram 7,6%.

Na sequência, os estados com maior volume de armazenagem de hidratado são Goiás, com 1,46 bilhão de litros, e Minas Gerais, com 784 milhões.

etanol 02 hidratado block

etanol 05 hidratado estados block

novaCana DATA (exclusivo assinantes)

Renata Bossle – novaCana.com


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR