Etanol: Abastecimento

Estoque de etanol do Centro-Sul está 4,1% mais baixo em comparação anual [21 gráficos]

Em meio a vendas desaquecidas em relação ao mesmo período de 2021, usinas da região têm priorizado a fabricação de açúcar


NovaCana - 29 set 2022 - 10:41

A primeira metade de setembro viu as sucroenergéticas do Centro-Sul dando preferência para a fabricação de açúcar em detrimento do etanol. De acordo com números da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), 52% da matéria-prima foi direcionada para o biocombustível; um ano antes, esta relação era de 55,1%.

Ainda assim, como é usual para este momento da safra, os estoques do renovável seguem subindo. Em 16 de setembro, o volume armazenado chegou a 9,01 bilhões de litros, alta de 945,07 mil litros, ou 11,7%, ante a quinzena anterior. Já na comparação com os 9,39 bilhões de litros de um ano antes, houve uma queda de 4,1%.

Em São Paulo, maior estado produtor e consumidor de etanol do país, a variação na comparação anual é ainda mais acentuada, com uma retração de 11%. Na metade do mês, o volume nos tanques era de 4,59 bilhões de litros.

Os dados atualizados foram divulgados nesta quarta-feira, 28, pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

etanol 01 total block 160522

etanol 04 total estados block 160522

Hidratado

Apesar disso, a quantidade de etanol hidratado armazenada está 2,4% acima da registrada há um ano, indicando uma mudança na estratégia das companhias. Em 16 de setembro, 5,58 bilhões de litros estavam nos tanques das usinas do Centro-Sul – este volume representa uma alta de 548,34 milhões de litros ao longo da quinzena.

De acordo com a Unica, a produção do combustível utilizado diretamente nos tanques dos carros foi de 1,21 bilhão de litros no período. Assim, a elevação na estocagem correspondeu a 45,1% do total fabricado.

Em contrapartida, nas usinas de São Paulo, o volume armazenado segue abaixo da posição vista há um ano. Em 16 de setembro, os tanques do estado traziam 2,58 bilhões de litros de hidratado, queda anual de 7,9%.

etanol 02 hidratado block 160522

etanol 04 hidratado estados block 160522

Anidro

Por sua vez, a armazenagem de anidro no Centro-Sul somava 3,42 bilhões de litros ao final da quinzena, com uma retração anual de 13,1%. Em relação a quinze dias antes, por sua vez, a alta foi de 396,73 milhões de litros, coincidentemente repetindo a variação de 13,1%, que é positiva neste caso.

Considerando uma produção de 902,83 milhões de litros no período, isso significa que o equivalente a 43,9% do biocombustível fabricado na região foi estocado.

Por sua vez, os tanques de anidro paulistas totalizavam 2,01 bilhões de litros ao final da primeira quinzena de setembro. Desta forma, o estado segue a tendência nacional com uma queda de 13,3% na comparação com a posição de um ano antes.

etanol 02 anidro block 160522

etanol 04 anidro estados block 160522

NovaCana DATA (exclusivo assinantes)

Renata Bossle – NovaCana


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x