Etanol: Abastecimento

Estoque de anidro se aproxima de patamar de 2020/21; hidratado tem queda de 26,3%

Por meio de 21 gráficos, NovaCana detalha a armazenagem de etanol pelas usinas da região Centro-Sul


NovaCana - 28 jul 2021 - 12:35

O acompanhamento dos tanques de etanol da região Centro-Sul demonstrou uma manutenção das tendências observadas nos últimos meses, com as usinas dando preferência para a estocagem de anidro, produto que é misturado à gasolina. Os números atualizados foram divulgados hoje, 28, pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Em 16 de julho, a armazenagem da região totalizava 5,58 bilhões de litros, queda de 17,9% em comparação com os 6,8 bilhões de um ano antes. Apesar da retração, o volume é 12,2% superior ao visto no mesmo período da safra 2019/20 – quando o mercado ainda não havia sido afetado pela pandemia de covid-19.

Considerando os tipos do biocombustível, a distância na comparação anual é bastante distinta. Os estoques de anidro, por exemplo, estão apenas 0,5% abaixo do patamar de um ano antes, com 2,21 bilhões de litros. Em relação à 16 de julho de 2019, o volume é 10,2% superior.

Por sua vez, os tanques de hidratado guardavam 3,37 bilhões de litros no encerramento da quinzena, 26,3% a menos no comparativo anual. Na comparação com o registro de dois anos antes, a posição é 13,5% superior.

Em São Paulo, maior estado produtor e consumidor de etanol do país, os estoques somavam 3,17 bilhões de litros em 16 de junho, retração anual de 25,7%. No caso do hidratado, a diminuição foi de 32,3%, com 1,83 bilhão; já o anidro teve uma queda de 14,3%, para 1,34 bilhão.

O avanço quinzenal dos estoques também demonstra a maior preferência das usinas pela fabricação de anidro, acompanhando a demanda por este tipo de etanol. De acordo com a União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), as vendas de hidratado para o mercado interno foram de 701,17 milhões de litros, uma redução de 6,8% ante o mesmo período da última safra. As comercializações de anidro, em contrapartida, tiveram aumento de 27%, com 468,31 milhões de litros.

De maneira geral, o volume armazenado pelas usinas do Centro-Sul subiu 1 bilhão de litros ao longo da primeira metade de julho, o equivalente a 47% da produção no período, segundo dados da Unica. Deste volume, 587,74 milhões foram de hidratado – o que corresponde a 46,2% da produção – e 428,65 milhões de anidro, uma relação de 48,2%.

“As unidades produtoras permanecem priorizando a produção do etanol utilizado como aditivo à gasolina, registrando sucessivos aumentos ao longo das quinzenas”, reforça o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues.

etanol 01 total 030521 block

etanol 04 total estados 030521 block

etanol 02 anidro 030521 block

etanol 04 hidratado estados 030521 block

etanol 02 hidratado 030521 block

etanol 04 anidro estados 030521 block

NovaCana DATA (exclusivo assinantes)

Renata Bossle – NovaCana


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR