Etanol: Abastecimento

Com entressafra próxima ao fim, estoques de etanol seguem elevados [21 gráficos]

Usinas do Centro-Sul armazenavam 3,65 bilhões de litros em 16 de março, alta de 26,6% na comparação anual


NovaCana - 29 mar 2022 - 09:55

Faltando apenas uma quinzena para o início oficial da safra de cana-de-açúcar 2022/23, os estoques de etanol das usinas do Centro-Sul estavam 26,6% mais elevados em comparação com a posição de um ano antes. Em relação ao começo do mês, houve uma diminuição de 19,1%, mantendo a tendência de queda menos acelerada que a observada em safras anteriores.

De acordo com dados divulgados pelo Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na última quinta-feira, 24, as unidades armazenavam 3,65 bilhões de litros em 16 de março, ante 2,88 bilhões no mesmo período de 2021.

Considerando o tipo de etanol, a variação anual é similar. Os 1,57 bilhão de litros de anidro representam aumento de 26,4% na comparação com os estoques de um ano antes. Já em relação ao hidratado, a elevação foi de 26,7%, com 2,08 bilhões de litros estocados ao final da quinzena.

Assim, mesmo com a perspectiva de um início de moagem tardio e de preços elevados no mercado de combustíveis, estes níveis de armazenagem fazem com que as usinas não sejam estimuladas a produzir mais etanol no começo da temporada. É o que aponta o gerente de açúcar e etanol da StoneX, Bruno Lima.

“Terminando a safra com mais estoques e tendo um desempenho do ciclo Otto ainda lento em relação ao que se esperava, o excedente [de etanol] tende a pesar sobre os preços ao longo da safra, não permitindo uma reação muito significativa e não justificando uma mudança de mix”, disse, em entrevista ao NovaCana.

Por sua vez, o diretor técnico da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues, afirmou à Reuters que os estoques são suficientes para assegurar um início de moagem tardio. “As usinas se prepararam e o nível de etanol estocado é suficiente para atender o mês de abril; e aí vem a nova safra e repõe os estoques”, disse.

Em São Paulo, maior estado produtor e consumidor de etanol, a variação anual não é tão ampla, mas ainda é significativa. Em 16 de março, os estoques somavam 2,01 bilhão de litros, alta anual de 11,8%. Especificamente, 1,11 bilhão eram de hidratado (+9,1%) e 900 milhões de litros eram de anidro (+15,3%).

etanol 01 total 030521 block

etanol 04 total estados 030521 block

etanol 02 anidro 030521 block

etanol 04 hidratado estados 030521 block

etanol 02 hidratado 030521 block

etanol 04 anidro estados 030521 block

NovaCana DATA (exclusivo assinantes)

Renata Bossle – NovaCana


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR



PUBLICIDADE FMC_VERIMARK_INTERNO FMC_VERIMARK_INTERNO

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x