Etanol: Abastecimento

Região do ABC: Distribuidoras racionam etanol


Metro ABC - 18 abr 2013 - 08:05

Donos de postos de combustível reclamam de falta de etanol no mercado do ABC. De acordo com o Regran (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do ABC), os carregamentos chegam até 30% menores que os pedidos.

Por enquanto, não há problemas para encontrar o produto nas lojas. O motorista que opta pelo etanol, porém, terá de desembolsar nesta semana R$ 0,10 mais por litro. O combustível que já era vendido em média por R$ 1,99 chegará a R$ 2,09.

Abastecer com etanol é desvantajoso nesta semana nas três cidades. Por ter rendimento menor, abastecer com o combustível vale a pena apenas quando o preço por litro é até 70% do valor da gasolina.

"Acreditamos que não vai faltar o produto no mercado porque, com o aumento do preço, o consumo também será reduzido", disse o presidente do Regran, Wagner de Souza.

Ele afirma que o motivo da redução alegado pelas distribuidoras é problema na safra da cana-de-açúcar, matéria prima do etanol. "Por conta das chuvas em excesso, a produção foi prejudicada", disse Souza.

O problema foi relatado por outros cinco proprietários de postos da região ouvidos pelo Metro ABC. "Peço o dobro de etanol que antes para ver se consigo receber pelo menos metade", disse o dono de um posto na Vila Gilda.

A assessoria de imprensa da Unica (União da Indústria de Cana-de-Açúcar) afirma que não há informação sobre carência de etanol no mercado e por isso não comentaria o episódio no ABC.

No site do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), onde são registrados os preços de negociação do etanol, há aumento do produto de R$ 0,08 entre a última semana de março e o dia 12 deste mês.

Vanessa Selicani

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail