Etanol: Meio ambiente

FS Bionenergia pretende emitir 32 milhões de CBios até 2030


Revista Época - 22 out 2021 - 10:11

A FS Bioenergia, quarta maior produtora de etanol do Brasil, está investindo em um projeto para se tornar geradora de créditos de carbono e fomentar a comercialização desse ativo no país. “Nossa meta é gerar 32 milhões de créditos de carbono até 2030”, conta o vice-presidente executivo de sustentabilidade e novos negócios, Daniel Lopes.

Lopes está à frente do projeto de CCS (sigla em inglês para captura e estocagem de carbono), um processo pelo qual a empresa passa a estocar o carbono do milho utilizado para produzir o etanol.

“Esse projeto é bastante diferente de outras iniciativas mais conhecidas de sustentabilidade, como compra de créditos. No nosso caso, vamos passar a ser geradores desses créditos”, explica o executivo.

O plano da FS é emitir 32 milhões de Créditos de Descarbonização (CBios) – os títulos emitidos pelo programa federal RenovaBio – entre 2020 e 2030. Cada CBio equivale a 1 tonelada de CO2 que deixou de ser emitida.

Louise Bragado, Milena Tomaz e Clayton Rodrigues