Logística

Chuvas devem limitar volume de cana moída na safra 2013/2014


Agência Estado - 19 jun 2013 - 13:11

A Datagro informou nesta quarta, dia 19, que o volume de cana-de-açúcar a ser moído até o fim da safra 2013/2014 deve ficar abaixo do estimado inicialmente. Isso porque os principais Estados produtores da região Centro-Sul registraram chuvas acima da média nos dois primeiros meses da temporada, especialmente em maio.

O rendimento dos canaviais está estimado em 136,5 quilos de Açúcares Totais Recuperáveis (ATRs) por tonelada de cana. Em março, a Datagro previa que o teor médio de ATR na safra 2013/2014 seria de 136,43 quilos por tonelada de cana, acima dos 135,32 quilos por tonelada da safra 2012/2013.

A infestação de broca nos canaviais aumentou significativamente, de 3,8% para 4% no último mês, sendo que o considerado normal é de 3%, revelou a consultoria. A infestação por cigarrinha também está crescendo, complementou a Datagro.

O índice relativo de chuva em São Paulo no mês de maio ficou 72,6% acima da média de 30 anos. No Paraná e em Minas Gerais, esses indicadores foram 18,1% e 93,0% maiores, de acordo com a consultoria.

Frete deve manter em alta custos para a produção da cana
Apesar de a produtividade da cana-de-açúcar estar em recuperação no Centro-Sul do Brasil, os custos não irão cair na mesma proporção em virtude dos preços mais altos para o frete de cana e de produtos finais, informa a Datagro. Os fretes mais caros são consequência das leis da Balança e dos Caminhoneiros e ao reajuste dos combustíveis.

Segundo a Datagro a prioridade de produção ao longo da temporada deve se voltar ao etanol. Além dos preços baixos do açúcar, o câmbio desvalorizado aumenta a competitividade do biocombustível nacional em relação à gasolina e ao etanol importado.

Produtores do Centro-Sul também tendem a produzir mais etanol para suprir o Nordeste, cuja safra de cana foi prejudicada pela seca. De acordo com a consultoria isso também vai trazer oportunidade para importação de etanol dos Estados Unidos para o Norte e Nordeste.