Matérias-primas alternativas

BNDES realiza evento sobre produção de etanol com milho e cana em usinas “flex”


NovaCana - 15 mai 2014 - 10:56

Fomentador de inovações na cadeia sucroenergética, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) traz para o setor o debate sobre a integração entre milho e cana para a produção de etanol. No próximo dia 26, o evento "Oportunidades e desafios dos investimentos em usinas flex" vai abordar o desempenho econômico e ambiental do etanol produzido pela integração das duas culturas. O seminário acontecerá no Rio de Janeiro, no auditório do Centro de Estudos do BNDES.

Aspectos ambientais e econômicos da inclusão do milho como matéria-prima serão discutidos por especialistas da Embrapa, CTBE e Esalq/USP. Já o BNDES apresenta a conjuntura do setor, a oportunidade da integração e aponta políticas de fomento e monitoramento dos investimentos em usinas flex.

Experiência brasileira
Até o momento, a Destilaria Usimat é a primeira e única usina flex de etanol no Brasil. Localizada no Mato Grosso, a usina utiliza o cereal na entressafra de cana-de-açúcar.

Inspirada pela experiência dos produtores de etanol norte-americanos, que, usando o milho, alcançaram uma produção duas vezes maior do que a brasileira, a associação Aprosoja (MT) vem há cinco anos estudando a viabilidade do etanol de milho no Brasil. A alternativa interessa aos produtores do estado que têm os preços do cereal comprimidos pelo excesso do produto e ainda problemas de logística para escoar a safra.

No início de 2014 foi anunciado o projeto de US$ 300 milhões para construção de uma usina de etanol de milho no Mato Grosso do Sul, com investimento das norte-americanas  POET e BioUrja Trading LLC. Também este ano a consultoria FCStone apresentou um estudo que mostra a viabilidade de produzir etanol de milho no Brasil.

No final do ano passado o governo federal se recusava a discutir o uso do milho para a produção de etanol.

SERVIÇO
Evento: "Oportunidades e desafios dos investimentos em usinas flex: Desempenho econômico e ambiental do etanol produzido pela integração milho/cana"
Data: 26 de maio de 2014
Horário: 14h30 às 18h.
Local: Auditório do Centro de Estudos do BNDES: Ed. Ventura Oeste – Av. República do Chile, 330 / 8º andar, Centro, Rio de Janeiro - RJ.

Programação
14h30 - Credenciamento
15h00 - Abertura (BNDES)
15h10 - Conjuntura do setor e a oportunidade da integração milho/cana (BNDES)
15h40 - Avaliação ambiental (Embrapa Meio Ambiente e CTBE)
16h20 - Avaliação econômica (Esalq/USP)
17h00 - Políticas de fomento e monitoramento dos investimentos em usinas flex (BNDES)
17h20 - Perguntas e Respostas
18h00 - Encerramento

A inscrição deve ser feita aqui.

novaCana.com

Tags: Milho NovaCana

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail