PUBLICIDADE
boletim boletim
Carro elétrico

Vibra inaugura primeiro posto 100% elétrico do país e planeja mais instalações em SP e RJ

O posto "100% elétrico" vem para atender a uma demanda principalmente de clientes corporativos


Reuters - 07 dez 2022 - 10:48

A Vibra Energia inaugura nesta quarta-feira, 7, o primeiro posto do Brasil totalmente dedicado à recarga de veículos elétricos e prevê instalar mais dois pontos do tipo na cidade de São Paulo até o início de 2023, disseram à Reuters executivos da companhia e da startup parceira EZVolt.

Segundo as empresas, o posto "100% elétrico" vem para atender a uma demanda principalmente de clientes corporativos, que vêm apostando nas frotas elétricas como forma de ganhar competitividade nos custos e reduzir sua pegada de carbono, ajudando a deslanchar a eletromobilidade no Brasil.

Localizado no bairro Jardim Anália Franco, na zona leste da capital paulista, o posto terá oito pontos de carregamento elétrico simultâneos, sendo seis com equipamentos de recarga ultrarrápida e dois semirrápidos. A operação do posto fica a cargo da EZVolt, uma startup de eletromobilidade que recebeu aporte de R$ 5 milhões da Vibra.

A ideia de criar um posto somente para fornecimento de energia elétrica, sem a tradicional venda de gasolina e etanol, vem de uma demanda do próprio mercado, especialmente de empresas que utilizam frotas de carros elétricos, explicou à Reuters Bernardo Winik, diretor vice-presidente executivo de comercial B2B da Vibra.

Embora as empresas, principalmente do setor de logística, costumem recarregar suas frotas à noite, há casos em que os veículos necessitam de uma recarga extra durante o dia, disse. Isso ocorre, por exemplo, com carros elétricos de aplicativos de mobilidade.

A Vibra e a EZVolt acabam de fechar uma parceria com a 99 e veem nos motoristas de aplicativo uma importante demanda para os novos postos. “Esse movimento vem para atender o consumidor em qualquer tipo de energia que ele precise. O posto 100% elétrico é mais uma peça no nosso portfólio de soluções de eletromobilidade", destacou Winik, lembrando que a Vibra também oferece pontos de carga elétrica em postos de combustíveis e está implantando um corredor com 70 eletropostos em rodovias ligando as regiões Sul e Sudeste.

A companhia também já mapeou outros nove pontos estratégicos onde estão sendo erguidos "hubs" de recarga do Brasil. A capital paulista receberá os dois próximos: até o fim do ano, a região do Canindé ganhará um posto 100% elétrico e, no primeiro trimestre de 2023, será inaugurado outro na Vila Olímpia.

Maior distribuidora de combustíveis do país, a Vibra passou por uma mudança de sua estratégia de negócios nos últimos anos, passando a se posicionar como uma empresa de energia. Em parceria com a EZVolt, vem oferecendo soluções de mobilidade para empresas como Americanas e a NoCarbon, locadora de veículos elétricos do grupo JBS.

A energia que abastecerá os veículos nos postos elétricos será fornecida pela Comerc, geradora e comercializadora de energia renovável da qual a Vibra é co-controladora. O valor dos investimentos realizados nesse e em outros projetos de eletromobilidade da Vibra não foram divulgados.

Além de atender frotas corporativas, o posto inaugurado no Jardim Anália Franco também está aberto ao público geral, com equipamentos para atender tanto carros 100% elétricos, quanto híbridos.

O CEO da EZVolt, Gustavo Tannure, diz que é difícil estimar o fluxo de veículos que utilizarão o posto, mas avaliou que os oito pontos são suficientes para atender os clientes sem filas num primeiro momento. Ainda segundo ele, a parceria com a 99 deverá garantir uma demanda substancial por recargas.

As recargas ficam em R$ 1,97 por kilowatt-hora (kWh) nos carregadores ultrarrápidos e de R$ 1,77 por kWh nos semirrápidos. Segundo Winik, da Vibra, os preços oferecem uma economia significativa ao usuário se comparados aos de abastecimento de um carro à combustão.

"O consumidor final consegue rodar mais ou menos o mesmo percurso (de um carro a combustão) com uma economia de 50% ou mais, dependendo da localidade e do carro que ele tiver”, detalha.

Além disso, o posto oferece comodidades para os usuários aguardarem a recarga, que pode demorar pelo menos cerca de meia hora, como sala com TV e Wi-Fi. Para os motoristas profissionais, de frotas ou aplicativos, há ainda uma área externa adequada para descanso e refeições, além de banheiros.

Segundo Winik e Tannure, mais ações de eletromobilidade já estão sendo mapeadas para o futuro, como a implantação de postos 100% elétricos no Estado do Rio de Janeiro.

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x