Carro elétrico

Na Europa, carros elétricos já vendem mais que os movidos a diesel


Tecmundo - 05 nov 2020 - 10:05

Grandes fabricantes de diversos países estão apostando no desenvolvimento de veículos não poluentes e parece que a ação está surtindo efeito. Segundo dados divulgados pela consultoria Jato Dynamics, em setembro deste ano, a venda de carros elétricos na Europa foi superior ao número de veículos movidos a diesel.

Ainda de acordo com análises, o interesse pelos tradicionais (a gasolina) caiu para 47%, uma queda de 12% quando se compara o mesmo período de 2019.

Falando em números, se no ano passado a comercialização de soluções elétricas representava 11% do mercado local – considerando 27 regiões do Velho Continente –, agora saltou para mais de 25%. Por outro lado, a dos já citados a diesel caiu de 29% para 25%.

Já no cenário geral da indústria, a covid-19 gerou uma queda de 29% nas vendas concretizadas nos primeiros nove meses do ano – que totalizaram 8,54 milhões de unidades.

Foram incluídos nas estimativas os carros totalmente elétricos e híbridos. “Pela primeira vez na era moderna, as vendas de veículos movidos a combustível alternativo superaram as vendas de um dos dois tipos de motor de combustão interna (ICE). Isso marca uma mudança significativa. Há apenas cinco anos, os carros a diesel eram dominantes na Europa”, afirma o documento.

Mudanças a caminho

Esta também é a primeira vez em que veículos elétricos quebraram a barreira de 300 mil unidades mensais, o que foi considerado um recorde em termos de volume e participação de mercado, segundo o relatório.

O analista Felipe Munoz, da Jato Dynamics, comentou: “A mudança está finalmente ocorrendo. Embora isso se deva em grande parte às políticas e aos incentivos governamentais, os consumidores agora também estão prontos para adotar essas novas tecnologias”.

Por fim, o Grupo Volkswagen deixou para trás o escândalo “dieselgate” e se tornou um novo protagonista. No mês passado, a montadora alemã registrou 40.300 veículos elétricos na Europa, tornando-se a maior vendedora de EVs, atrás apenas da Toyota.

Reinaldo Zaruvni