Carro elétrico

BP aponta impacto de carros elétricos na demanda de petróleo

No seu relatório anual Energy Outlook, a BP prevê crescimento de veículos elétricos até 2040


Reuters - 22 fev 2018 - 07:58 - Última atualização em: 30 jul 2018 - 09:12

O surgimento de carros elétricos de condução automática e viagens compartilhadas devem abalar o consumo de petróleo até 2040, disse a gigante de petróleo e gás BP, prevendo um pico na demanda pela primeira vez.

No seu relatório anual Energy Outlook, a BP prevê crescimento de veículos elétricos até 2040, com o seu economista-chefe, Spencer Dale, pintando um mundo no qual as pessoas viajarão muito mais, mas, em vez de usar carros privados, aumentará o número de viagens compartilhadas em veículos autônomos.

Enquanto a demanda por viagens mais do que dobra durante o período, enquanto economias em países como a China e a Índia crescem, demandas mais altas de petróleo serão mais do que compensadas pelos padrões crescentes de eficiência dos motores assim como pelo grande número de veículos elétricos e viagens compartilhadas.

Neste relatório, a BP se juntou a outras petroleiras, como a anglo-holandesa Shell, para prever um pico na demanda de petróleo no fim dos anos 2030.

Nesse cenário, o BP Outlook prevê que o Brasil continuará a expandir sua produção de petróleo, aumentando de 2,7 milhões de barris por dia para 4 milhões de barris por dia até 2040, o que representa pouco menos de 4 por cento da produção mundial, segundo o relatório.