Décio Gazzoni

O uso da terra e os impactos dos biocombustíveis I


novaCana.com - 19 jun 2013 - 17:03 - Última atualização em: 20 jun 2013 - 17:28

por Décio Gazzoni

A teoria reza que o aumento de produção de biocombustíveis em um determinado país pode levar à redução da sua área de produção de alimentos. Além disso, por ação do mercado, outro país, que pode estar situado a 20.000 km de distância, desmataria a floresta para substituir a área de alimentos que desapareceu no país que produzir biocombustíveis.

Para os críticos externos, os países que incorporam esta tese polêmica em seus regulamentos, incapazes de competir na área com o Brasil, inventam barreiras técnicas a todo o instante, para barrar as importações de países mais competitivos. Essa seria mais uma delas, na esteira do desmonte da teoria de que biocombustíveis competiam com a produção de alimentos. Para os produtores de biocombustíveis do Hemisfério Norte que, no final, também são prejudicados, há sempre a ilação da atuação dos poderosos lobbies do petróleo, gás e carvão. Esta série de dois artigos pretende resgatar a evolução da discussão sobre o tema e a sua incorporação na legislação dos EUA e da Europa, sem expressar juízo de valor a respeito.


EXCLUSIVO ASSINANTES

O texto completo desta página está
disponível apenas aos assinantes do site!

VEJA COMO É FÁCIL E RÁPIDO ASSINAR


Tags: novaCana.com

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail