PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Mercado

Um hectare de palha gera energia para 20 casas


Folha de S. Paulo - 28 jun 2013 - 09:35 - Última atualização em: 29 nov -1 - 20:53

A mecanização da colheita de cana-de-açúcar permite um aproveitamento melhor da palha de cana. O CTC (Centro de Tecnologia Canavieira) vem verificando a viabilidade econômica do recolhimento dessa palha.

Essa viabilidade foi um pouco ofuscada nos últimos anos porque os leilões do governo na área de energia não foram favoráveis à biomassa.

Mas a possibilidade de produção comercial de álcool de segunda geração deve dar novo impulso ao setor.

Uma parceira entre o CTC e a New Holland, empresa produtora de máquinas e equipamentos agrícolas, está tornando esse recolhimento viável economicamente, segundo Marcelo Pierossi, especialista em tecnologia agroindustrial do CTC.

A palha serve de matéria-prima tanto para a produção do álcool de segunda geração como para, feitos alguns ajustes, alimentar as caldeiras.

Projeto do CTC busca conhecer toda a cadeia de produção, definindo desde quanta palha pode ser retirada do campo à utilização final dessa matéria-prima.

Os primeiros estudos mostram que a retirada da palha depende do solo e do clima. A retirada em excesso dessa palha poderá prejudicar o solo. A não retirada poderá aumentar as doenças nas lavouras e até trazer prejuízos à brotação da cana.

Um segundo ponto importante na avaliação do especialista é como tirar essa palha do campo e, finalmente, como colocá-la nas usinas.

A New Holland aposta nesse setor, em vista do potencial econômico da palha de cana. A partir do próximo ano a empresa deverá produzir, na Bélgica, enfardadoras adaptadas para as condições do Brasil, segundo Samir Fagundes, especialista em cana e biomassa da empresa.

A demanda dessas máquinas no país vai definir investimentos da empresa na produção interna.

Essas enfardadoras compactam a palha em fardos de 450 quilos, viabilizando o transporte dessa matéria-prima às usinas.

Fagundes diz que a viabilidade econômica da palha é importante devido à grande área utilizada com cana no país. São 8,9 milhões de hectares, segundo a Conab. Pierossi diz que a palha de cada hectare utilizado com cana pode gerar energia para um mês de consumo em 20 casas.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x