PUBLICIDADE
BN novacana 1300x150
Cogeração de energia

Coaf recebe autorização para implantar termelétrica e vender energia do bagaço de cana

A termoelétrica terá 12 mil kW de potencial instalada, no município de Timbaúba (PE)


Jornal do Commercio (PE) - 31 jan 2020 - 07:45

A Cooperativa do Agronegócio dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (Coaf) recebeu autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para instalação da uma termelétrica com potência instalada de 12 mil KW de potência. A outorga tem validade por 35 anos, sendo que a Coaf tem até três anos para colocar em operação a termoelétrica que será abastecida com a queima do bagaço de cana.

A termelétrica funcionará na mesma instalação do parque fabril de etanol, cachaça e açúcar da cooperativa. A Aneel permitiu a instalação de três unidades geradoras de energia elétrica. “Serão duas com capacidade de geração de 3 mil kW e mais uma com 6 mil kW”, diz o presidente da Coaf e da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco de Cana de Pernambuco, Alexandre Andrade Lima.

Assim, quando estiver operando, a termelétrica da Coaf terá 12 mil kW de potencial instalada. Parte dessa energia será utilizada no parque fabril de etanol, cachaça e açúcar e parte será comercializada externamente.

“Com isso, vamos qualificar o faturamento da usina Coaf em benefício dos próprios fornecedores de cana cooperativados, já que pelo modelo de cooperativa no país não é permitido acumulação de lucro, mas a partilha do faturamento do empreendimento após feito os investimentos”, conta Lima.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
Card image


x