Trabalhadores

Superintendência do Trabalho vistoria Usina Coruripe, em AL, após denúncia de acidente

Segundo a assessoria da usina, houve o rompimento do suporte da estrutura de sustentação de duas caixas de evaporação. Duas pessoas ficaram feridas


G1 - 17 set 2020 - 09:45

A Superintendência Regional do Trabalho vai vistoriar nesta quinta-feira (17) a Usina Coruripe, localizada no Litoral Sul de Alagoas, após denúncia de um acidente que deixou dois trabalhadores feridos na noite de quarta (16).

Ao G1, a assessoria da usina informou que não houve explosão de caldeira como inicialmente foi cogitado por alguns funcionários. A empresa confirma que duas pessoas tiveram ferimentos leves.

“A empresa informa que não houve explosão de caldeira. Afirma que, ontem, por volta das 19h, foi registrado o rompimento do suporte da estrutura de sustentação de duas caixas de evaporação, mas a usina seguiu e segue operando normalmente”, afirma a companhia, por meio de nota. E completa: “Duas pessoas que passavam pelo local tiveram ferimentos leves, foram atendidas imediatamente e passam bem”.

A Coruripe ainda coloca que tem entre seus valores o respeito e a segurança das pessoas. A companhia diz que não medirá esforços para apurar as causas do acidente e seguir prestando total assistência aos colaboradores.

De acordo com o superintendente Victor Cavalcante, dois auditores fiscais estão na empresa para analisar o que ocorreu. O laudo inicial deve ser divulgado no final da tarde.

"Eles vão verificar se foi acidente de trabalho. Os fiscais farão uma análise do acidente e, preliminarmente, já vai dar para saber se foi um acidente de trabalho. Após a análise, vai ser feita uma perícia e um laudo vai ser elaborado. Se houve negligência a usina será autuada", reforçou.

Os trabalhadores foram socorridos para a Unidade de Pronto Atendimento de Coruripe e, em seguida, transferidos para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Em nota, a assessoria do HGE informou que duas pessoas deram entrada na unidade vítimas de acidente de trabalho.

José Cícero dos Santos Souza, 34, sofreu queimaduras nos membros inferiores e superiores. Rodrigo Barros da Silva, 36, sofreu queimaduras no abdômen, membros superiores e membro inferior direito. Eles estão na área vermelha da unidade. O estado de saúde deles é estável.

Michelle Farias e Vivi Leão


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail