BASF
Trabalhadores

Ex-funcionários da Usina Santa Clotilde bloqueiam BR-101 para cobrar pagamento de rescisão


G1 - 26 fev 2018 - 15:58
Manifestantes alegam que não receberam verba rescisória após demissão em massa feita no início do mês. Bloqueio terminou no início da tarde.

Um protesto dos ex-funcionários da Usina Santa Clotilde deixou o trânsito lento em um trecho da BR-101, em Rio Largo (AL), região Metropolitana de Maceió, na manhã desta segunda-feira (26). Eles cobram verba rescisória da demissão em massa que aconteceu no início de fevereiro. O bloqueio terminou no início da tarde.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a organização do protesto cerca de 200 ex-trabalhadores da usina participaram da manifestação, que começou por volta das 10h da manhã e foi encerrada às 13h.

Os manifestantes atearam fogo em pneus e galhos de árvores, deixando a via bloqueada.

Segundo Adriano Silva, ex-funcionário da empresa, no dia 14 de fevereiro, cerca de 90% do quadro de funcionários foi demitido sem aviso prévio.

“Já se passaram dez dias e eles não deram satisfação nenhuma em relação a salários, contas ou férias”, explicou Adriano Silva.

À reportagem do G1 o advogado da empresa, Cleantho Reezo, alegou que a Usina Santa Clotilde homologou um pedido de recuperação judicial na última sexta-feira (23) e está impedida de realizar pagamentos.

“Os pagamentos serão feitos na forma e no tempo determinados por um planejamento realizado pela Usina Santa Clotilde”, completou o advogado.


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail