Trabalhadores

Açúcar e etanol lideram geração de empregos em São Paulo

No acumulado do ano, o nível de emprego na indústria paulista continua positivo, com a geração de 21 mil vagas, alta de 0,97%


Agência Brasil - 18 mai 2017 - 08:22

A indústria paulista gerou em abril 8,5 mil postos de trabalho. Desses, 7,7 mil foram abertos pelo setor de açúcar e álcool. O resultado de abril representa uma alta de 0,39% na comparação com março. Na comparação com o mesmo mês de 2016, o nível de emprego teve queda de 4,32%.

Abril foi o segundo mês consecutivo de resultado positivo sob a forte influência do setor sucroalcooleiro, aquecido por conta do período de safra agrícola. Apesar dos dados com viés positivo, a Fiesp não vê recuperação do emprego na indústria.

“Não há otimismo e recuperação para o emprego na indústria. O resultado ainda segue embasado pela geração de postos de trabalho no setor de açúcar e álcool, que influenciou o saldo de março e mais fortemente abril”, disse o diretor do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos da Fiesp, Paulo Francini.

No acumulado do ano, o nível de emprego na indústria paulista continua positivo, com a geração de 21 mil vagas, alta de 0,97%. Os dados, divulgados nesta quarta-feira (17/5), são da Pesquisa de Nível de Emprego do Estado de São Paulo, feita pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail