BASF
Cana: Safra / Moagem

USDA projeta safra 2019/20 brasileira com crescimento do açúcar e recuo do etanol

Após o superávit em 2018/19, commodity terá certa recuperação de preço; já o biocombustível sofrerá retração com a baixa da gasolina


novaCana.com - 06 mai 2019 - 11:35

Leve recuperação para o açúcar e certa desvalorização para o etanol. Essas são as perspectivas do Departamento de Agricultura do Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês), publicadas em relatório anual com projeções para o setor sucroenergético brasileiro.

A moagem de cana-de-açúcar estimada para 2019/20 é de 627 milhões de toneladas – valor bem próximo das 620 milhões de toneladas referentes à safra 2018/19. A expansão na moagem está concentrada na região Centro-Sul, que deve ser responsável por 580 milhões de toneladas, um aumento de 1,22% ante a última temporada.

Já a produção de cana na região Norte-Nordeste é estimada em 47 milhões de toneladas, mantendo o resultado da safra passada. De acordo com o USDA, as condições climáticas devem permanecer regulares na região até o segundo semestre deste ano.

A previsão para a área plantada de cana é de 9,9 milhões de hectares. Neste total, a moagem deve ocorrer em 9,33 milhões de hectares, o que representa queda de 1% ante a última temporada, segundo o USDA.

No quesito produtividade, o relatório projeta uma média de 67,2 toneladas de cana por hectare, resultado 2% acima do último ciclo. O impulso seria motivado por melhoras no manejo e nas condições climáticas. Já a qualidade da cana aguardada é de 136,70 kg de ATR por tonelada, quantia ligeiramente abaixo da vista em 2018/19.

O departamento explica que os períodos de seca dos últimos dois meses de 2018 levaram a um desenvolvimento tardio do canavial, levando algumas usinas a adiarem o início da moagem para que a cana se fortaleça a níveis de rendimentos maiores.

A retomada das atividades foi empurrada pelas usinas em torno de duas semanas, decisão justificada pelos altos estoques de etanol e pelo desenvolvimento lento da cana-de-açúcar.

Confira, na versão completa, detalhes das projeções do USDA para a safra brasileira, incluindo mix, produção de açúcar, produção de etanol, consumo doméstico e exportação.

exclusivo assinantes

O texto completo desta página
está disponível apenas aos assinantes do site

veja como é fácil e rápido assinar

ou