Cana: Safra / Moagem

StoneX eleva previsão para nova safra de cana do Centro-Sul e vê incerteza para mix


Reuters - 30 nov 2022 - 08:09

A moagem de cana-de-açúcar do Centro-Sul do Brasil em 2023/24 (abril a março) foi estimada nesta terça-feira, 29, em 587,6 milhões de toneladas, crescimento de mais de 4 milhões de toneladas na comparação com a previsão de setembro. Segundo levantamento da consultoria StoneX, chuvas devem favorecer o desenvolvimento dos canaviais que serão colhidos no próximo ano.

Caso essa projeção se confirme, a moagem na principal região produtora de cana do mundo deverá crescer 5,4% ante a temporada anterior.

“Até o momento, os modelos climáticos apontam para um volume de precipitações próximo ou acima da normalidade, para as principais regiões canavieiras do centro-sul brasileiro”, disse a StoneX, ponderando que, mesmo perdendo força, a La Niña pode prejudicar a regularidade do regime de precipitações até o fim do primeiro trimestre de 2023.

Ainda que de modo preliminar, a StoneX projeta que a produtividade média dos canaviais da região avance 5% no comparativo anual, alcançando patamar de 76,1 t/ha em 2023/24.

A consultoria destacou que, na comparação com a estimativa de setembro, foi adicionado um ganho na produtividade, “em função do alto volume de chuvas registrado nos últimos meses, fator que favorece o ganho de produtividade das áreas em fase de desenvolvimento”.

Com maior umidade, a StoneX estima que a concentração de açúcar total recuperável (ATR) das lavouras apresente uma ligeira retração frente ao estimado para a temporada 2022/23, da ordem de 0,2%, totalizando 139,8 kg/t.

“O mix produtivo para a próxima temporada, assim como no ciclo atual, também estará rodeado de incertezas”, notou a StoneX, diante de questões tributárias que podem alterar a competitividade do etanol frente à gasolina.

A StoneX estima um direcionamento de cana para açúcar em 45,5% do total da moagem em 2023/24, estável ante a safra 2022/23.

Entre altas e baixas do preço do etanol, a StoneX notou que o açúcar segue “vantajoso” para as usinas, com um prêmio acima de 200 pontos frente ao etanol hidratado ao longo dos últimos meses.

Dessa forma, a produção de açúcar do Centro-Sul em 2023/24 foi prevista em 35,6 milhões de toneladas, alta de mais de 5% versus o ciclo anterior.

A produção de etanol de cana em 2023/24 foi prevista em 26,3 bilhões de litros, aumento de 5,2% na mesma comparação.

Um maior crescimento é esperado na produção de etanol de milho do centro-sul em 2023/24, que deverá avançar 22,2% para 5,5 bilhões de litros.

Com isso, a produção total do Centro-Sul deverá avançar 7,8%, para 31,8 bilhões de litros.

Safra 2022/23

A moagem de cana do Centro-Sul em 2022/23 foi estimada em 557,5 milhões de toneladas, estável ante previsão anterior e alta anual de 6,6%, segundo a StoneX.

Já a produção de açúcar da região foi projetada em 33,9 milhões de toneladas na atual temporada, ante 33,3 milhões na previsão anterior.

Por sua vez, a produção de etanol de cana do Centro-Sul em 2022/23 foi prevista em 25 bilhões de litros, com um ajuste na comparação com os 25,3 bilhões de litros vistos na estimativa anterior.

Roberto Samora e Gabriel Araujo


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x