PUBLICIDADE
renovacao renovacao
Cana: Safra / Moagem

Produção de cana-de-açúcar da BrasilAgro cresceu 42% em 2015


Agência Estado - 05 fev 2016 - 15:04

A BrasilAgro informou nesta sexta-feira que a produção de cana-de-açúcar em 2015 foi de 1,03 milhão de toneladas, crescimento de cerca de 42% em relação ao ano anterior (723,6 mil t). O dado foi apresentado durante teleconferência sobre os resultados do segundo trimestre do ano safra 2015/16, realizado nesta sexta.

"A região onde produzimos cana-de-açúcar mostrou altíssimo potencial", afirmou o diretor presidente da BrasilAgro, Julio Piza, durante a conferência. A BrasilAgro produz cana-de-açúcar nos municípios de Mineiros (GO) e Alto Taquari (MT).

O executivo informou que a produtividade média nessas áreas foi de 95,3 toneladas por hectare, enquanto o ATR (açúcar total recuperável) alcançou a 137,7 quilos por tonelada. "Estamos extremamente satisfeitos. A produtividade atingida é muito acima da média nacional e do Estado de São Paulo", declarou.

Segundo Piza, os níveis de ATR que vêm sendo verificados ainda podem elevar a margem líquida, atualmente de R$ 1,9 mil por hectare. A área total de cana da empresa prevista para a atual temporada é de 10,303 mil hectares.

Piza relatou também sobre a produção de grãos da BrasilAgro. A companhia reduziu a área de plantio de soja em 7,4 mil hectares em propriedades da Bahia e do Piauí, do total de 31,203 mil hectares inicialmente previstos para a safra 2015/16 para 23,811 hectares. "O clima extremamente seco durante o plantio levou a companhia a diminuir a área cultivada com soja nesses Estados", disse Piza.

Questionado sobre os efeitos que o fenômeno climático El Niño ainda pode provocar nas lavouras da companhia, Piza afirmou que existe a possibilidade de queda na produtividade das lavouras de soja ao final da temporada. "Vemos um pequeno decréscimo na produtividade, mas se março e abril forem meses mais úmidos, podemos ter surpresa positiva e a situação pode mudar", explicou.

Piza lembrou que as alterações climáticas provocadas pelo El Niño também vêm prejudicando a cultura do milho e que a expectativa de produção menor do grão "pode ter influência importante sobre os preços" da commodity.


PUBLICIDADE BASF_NOV_INTERNAS BASF_NOV_INTERNAS

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x