Cana: Safra / Moagem

Processamento de cana do Centro-sul recua em janeiro, segundo a Unica


Agência Estado - 13 fev 2014 - 08:10

As unidades processadoras de cana-de-açúcar do Centro-Sul do Brasil, atualmente em período de entressafra, processaram 302 mil toneladas do produto na segunda quinzena de janeiro, volume 25,76% menor ante as 407 mil toneladas observadas em mesmo período do ciclo anterior. No acumulado da safra 2013/14, iniciada em abril de 2013, foram moídas 596,20 mil toneladas, incremento de 12,01% na comparação anual. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 12, pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

Mais uma vez as usinas preferiram produzir etanol em detrimento do açúcar. Do total de cana ofertada, 92,82% foi para a fabricação do biocombustível nos últimos 15 dias de janeiro - há um ano, esse porcentual era de 98,77%.

Na quinzena, foram produzidos 23 milhões de litros de etanol, 26,85% menos que os 32 milhões de litros registrados há um ano. Desse total, 16 milhões de litros foram de hidratado (-41,84%) e 7 milhões de litros, de anidro (+78,79%). Desde o início da temporada, a produção do biocombustível foi de 25,50 bilhões de litros (+19,52%), dos quais 14,47 bilhões de hidratado (+15,94%) e 11,03 bilhões de litros, de anidro (+24,56%).

Com relação ao açúcar, foram fabricadas 2 milhões de toneladas na segunda metade de janeiro (+255,36%). No acumulado da safra, a produção é de 34,27 milhões de toneladas, ligeiramente acima das 34,08 milhões de toneladas vistas em igual período de 2012/13.

ATR
A qualidade da cana-de-açúcar piorou na segunda quinzena de janeiro. O teor de Açúcares Totais Recuperáveis (ATR) foi de 109,08 kg por tonelada de cana, 17,88% inferior aos 132,51 kg/t vistos há um ano. Na safra, o acumulado de ATR é de 133,34 kg/t (-1,69%).

Vendas de etanol
Em janeiro, foram comercializados 2,20 bilhões de litros de etanol, crescimento de 8,3% em relação aos 2,03 bilhões de litros vendidos em igual mês do ano passado. Desse total, 85,89 milhões de litros foram para o mercado externo (-62,5%) e 2,11 bilhões de litros, ao interno (+17,2%).

Desde o início da safra, em abril passado, a comercialização total chega a 21,74 bilhões de litros (+14,9%). As vendas de hidratado em janeiro somaram 1,32 bilhão de litros (+3,9%) e as de anidro, 879,13 milhões de litros (+16,3%).


Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail