Cana: Safra / Moagem

Previsões alertam para geadas no Sul; milho está sob risco, mas perigo para cana é menor


Reuters - 17 ago 2022 - 07:41 - Última atualização em: 17 ago 2022 - 12:31

Uma frente fria está se espalhando pelo Sul do país nesta semana. Ela gerou chuvas e deve abrir espaço para geadas entre sexta-feira e sábado, com risco para áreas de cultivos de trigo em desenvolvimento no Paraná e Rio Grande do Sul.

Segundo previsões climáticas divulgadas nesta terça-feira, 16, e analistas ouvidos pela Reuters, regiões de milho de segunda safra no Paraná também podem ser atingidas pelo frio intenso, mas como a colheita está adiantada, as chances de danos são menores.

Dados do Climatempo e da Rural Clima indicam frio intenso para os três estados do Sul.

“As geadas devem ser fortes na madrugada da sexta-feira, 19, e do sábado, 20, entre o interior gaúcho e a metade sul do Paraná. O fenômeno deve trazer danos para lavouras de cultivos de inverno, como o trigo”, afirmou o Climatempo em boletim.

O agrometeorologista da Rural Clima, Marco Antônio Santos, concorda: “Há previsões, sim, de geadas generalizadas em grande parte da região Sul do Brasil, o que nos deixa bastante preocupados com o trigo e o milho”.

Mas o analista Edmar Gervásio, do Departamento de Economia Rural (Deral), disse à Reuters que, no caso do milho, as geadas não têm mais potencial de prejudicar a segunda safra paranaense, “ao contrário, podem acelerar o processo de maturação das lavouras”, acrescentou.

Ele ressaltou que a colheita do cereal já está bastante adiantada, em 79% da área do estado, após avançar 10 pontos percentuais em uma semana.

Para Gervásio, o que pode atrapalhar os trabalhos de campo é a persistência de chuvas que já estão ocorrendo no Paraná. “Naturalmente, se chover onde há milho pra colher, os trabalhos de campo param”, pontuou.

A analista da consultoria AgRural, Daniele Siqueira, comentou também que a previsão de muito frio esperada para os próximos dias contribuiu para paralisar um plantio de milho primeira safra 2022/23 que vinha sendo antecipado no oeste do Rio Grande do Sul e em Santa Catarina.

“Na verdade, eles anteciparam o plantio devido à boa umidade do solo e agora esperam melhores condições para prosseguir”, disse ela, citando que estas regiões costumam iniciar a semeadura em agosto, mas não tão no início do mês como ocorreu neste ano.

Cana-de-açúcar

Ainda que com menor intensidade, o Climatempo prevê que as geadas têm chance de se espalhar por demais estados do Centro-Sul, como Mato Grosso do Sul e sul de São Paulo, e alcançar outras culturas.

Na região paulista, algum impacto poderia vir em áreas de cana-de-açúcar, já em Mato Grosso do Sul, o alerta foi indicado para cana e milho segunda safra.

Já a Rural Clima diverge e acredita que o frio extremo não deve atingir áreas de cana, café e citricultura no Sudeste do país.

Nayara Figueiredo

Acompanhe as notícias do setor

Assine nosso boletim

account_box
mail

PUBLICIDADE
STOLLER
x